Sergipe

20/12/2016 às 13h59

Governo inicia pagamento da primeira parcela do Programa Mão Amiga Laranja

ASN-SE

Nesta segunda-feira, 19 de dezembro, a Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (Seidh) iniciou o pagamento da primeira parcela do Programa Mão Amiga Laranja 2016. Ao todo, serão beneficiados 4.448 trabalhadores da colheita da laranja dos 14 municípios da citricultura cadastrados, que receberão valor de R$ 190, totalizando R$ 845.120,00, investidos pelo o Governo de Sergipe.

Como nesta edição o Programa conta com 841 novos beneficiários, a equipe do Departamento de Inclusão Produtiva da Seidh (DIP) comparecerá, até o final da semana, em cada um dos municípios, para realizar a entrega dos cartões Mão Amiga aos novos trabalhadores inscritos. Segundo Heleonora Cerqueira, diretora do DIP, as visitas acontecem até a próxima quinta-feira, 22. “Apenas nos municípios de Estância, Indiaroba e Itaporanga D’Ajuda, os novos beneficiários deverão retirar seus cartões nas agências do Banese, na próxima segunda-feira, 19”, explica.

O cronograma de visitas para entrega dos cartões se iniciou nesta segunda-feira, 19, pelos municípios de Boquim, Arauá e Pedrinhas. Nesta terça-feira, 20, os catadores de laranja dos municípios de Cristinápolis, Tomar do Geru e Santa Luzia do Itanhy deverão comparecer, a partir das 08h, aos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais dos seus respectivos municípios.

Na quarta-feira, 21 de dezembro, a entrega dos cartões de pagamento acontece no mesmo horário, no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Salgado, e na sede da Emdagro dos municípios de Riachão e Lagarto. Na quinta-feira, 22, será a vez dos municípios de Umbaúba e Itabaianinha, onde a entrega dos cartões será realizada também nos respectivos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais.

Sobre o Mão Amiga

O Mão Amiga é um programa de transferência de renda realizado pelo Governo de Sergipe desde 2009, para minimizar os efeitos do desemprego causado pelo período da entressafra dos cultivos da cana e da laranja em Sergipe. São pagas quatro parcelas de R$ 190 aos beneficiários - trabalhadores do corte da cana de 20 municípios de atividade sulcroalcooleira; e catadores da laranja de 14 municípios da citricultura, que devem participar de um seminário em contrapartida. Entre 2015 e 2016, o Governo de Sergipe investiu cerca de R$ 10 milhões para a execução do Programa.


Fonte: ASN-SE