Sergipe

20/12/2016 às 07h57

Sergipe busca estreitar relações comerciais com Argentina

ASN

O vice-governador Belivaldo Chagas recebeu o cônsul Geral da Argentina, Mariano Vergara, que veio a Sergipe com o objetivo de estreitar as relações mercantis e culturais entre o país sul-americano e o estado. O encontro aconteceu na tarde desta última segunda-feira (19). A intenção inicial é criar uma câmara comercial, para discutir os negócios argentinos com a região Nordeste do Brasil, e um entreposto aduaneiro, no porto de Suape (PE), com o intuito de facilitar a chegada de produtos, para que estes cheguem com preços mais acessíveis. 

Através do estreitamento das relações, o vice-governador espera que Sergipe também se beneficie, levando produtos locais para a Argentina. “Hoje, nosso estado tem produção razoável de calçados e podemos trabalhar nesse ramo de exportação. Precisamos encontrar caminhos de fortalecer nossa economia com esse intercâmbio”, pontuou.

O secretário de Estado do Desenvolvimento, Francisco Dantas, explicou que, com uma câmara de comércio argentina no Nordeste, o comércio bilateral será facilitado. “Esse é um passo muito importante. Temos muito interesse em estreitar as relações com o país vizinho. O potencial de aumento do comércio bilateral entre nós já é muito grande e só tende a se expandir. E esse contato como o de hoje possibilita que o estado, num futuro próximo, possa comprar mais da Argentina, e aumentar sua exportação para esse país importante da América Latina”.

A percepção do cônsul argentino é que há muito o que se desenvolver em Sergipe, e que o estado pode ser ponto de partida da atuação argentina no Nordeste. Mariano também destacou que ficou interessado pelo estado e que vai conhecer mais sobre a localidade. “Temos que incrementar a presença argentina no Nordeste, começando por Sergipe. Também acho importante que isso sirva de ferramenta para que nosso consulado também seja uma vitrine para vocês terem acesso na Argentina. A ideia é promover aproximação, driblar o comércio e relacionamento apenas com grandes capitais, como as do Rio de Janeiro e São Paulo, de forma a trabalhar diretamente com os estados nordestinos”, afirmou o cônsul.

Na ocasião da audiência, o secretário de Estado da Cultura, Irineu Fontes, também participou das discussões e demonstrou o interesse de Sergipe em promover intercâmbio cultural, levando manifestações do estado para a Argentina e vice-versa. Ele conta que essa relação já existe com outros países, como o México, Peru e Colômbia, que enviam grupos cultuais para apresentar-se em Sergipe. Em contrapartida, o estado também disponibiliza artistas para difundir as tradições locais.

O cônsul argentino informou que em 2017 artistas de seu país vêm apresentar-se no Nordeste e que a ideia é trazê-los também para Sergipe. “Queremos fazer um trabalho em parceria com vocês, assim como fazemos na Bahia, em diferentes áreas”, finalizou.


Fonte: ASN