Sergipe

15/09/2016 às 11h36

Câmara de vereadores: polícia realiza segunda fase da operação "Indenizar-se"

Redação Portal A8

Na manhã desta quinta-feira (15) foi realizada a segunda fase da operação “Indenizar-se”, que investiga desvios de verbas da Câmara de Vereadores de Aracaju. Foram cumpridos mandados de prisão preventiva em desfavor de Tijói Barreto Evangelista, o Adelson Barreto Filho (PR) e Agamenon Sobral (PHS), o segundo se apresentou com advogados na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Também foram detidos o advogado Alcivan Meneses e os filhos, que foram encaminhados à Delegacia Plantonista. Além dos mandados de prisão, oito vereadores tiveram afastamento do mandato determinado pela Justiça. São eles: Agnaldo Feitosa, Augusto do Japãozinho, Adriano Taxista, Daniela Fortes, Emanuel Nascimento, Jailton Santana, Renílson Félix e Valdir Santos.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a operação de hoje está sendo realizada pelo Ministério Público Estadual (MPE), que vai realizar coletiva de imprensa nesta sexta-feria (16) para esclarecer detalhes da operação.

A operação

A primeira fase da operação foi realizada no dia 1º de abril. A época, a diretora do Deotap, delegada Danielle Garcia, o objetivo da ação policial foi coletar documentos que comprovassem desvios de verbas de indenização para pagamento de locação de veículos e serviços advocatícios prestados mediante contratos fantasmas.