Sergipe

12/09/2016 às 13h25

Polícia prende suspeitos de assaltar estabelecimentos comerciais em Aracaju

SSP/SE

ssp
Uma rápida ação dos policiais da Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (COPCAL) e do Gabinete do secretário da Segurança Pública resultou na prisão de uma associação criminosa responsável pelo assalto a um estabelecimento comercial ocorrido na noite da última quinta-feira, 08, no bairro Garcia, em Aracaju.

Na ocasião, foram presos: Johnnatan Willames da Paixão Santos, 22 anos e Jonas dos Santos Matias, 19. Um adolescente também foi apreendido. Em entrevista coletiva realizada na manhã de hoje, 12, na Secretaria da Segurança Pública, o delegado-geral da Polícia Civil, Alessandro Vieira, o o coordenador da COPCAL, delegado André Baronto, e o comandante do policiamento militar da capital, tenente-coronel Vivaldy Cabral, detalharam as investigações que culminou na identificação e prisão do grupo criminoso. 

“Desde o momento do crime, nossas equipes, em apoio com policiais militares que fizeram diligências pela localidade, se deslocaram até o local para fazer o levantamento do ocorrido. Com o início das investigações e divulgação das imagens dos suspeitos, começamos a receber diversas informações via Disque Denúncia e de colaboradores do Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (DEOTAP), que indicavam a identificação dos suspeitos e sua localização. A partir daí, seguimos em diligências e 24h após o ocorrido, conseguimos efetuar a prisão dos suspeitos”, explica André Baronto.

Segundo o coordenador da COPCAL, o trio foi localizado nas imediações do Largo da Aparecida, no bairro Jabotiana. Com eles, foram recuperadas a arma de fogo e as roupas utilizadas pelos suspeitos no dia do assalto.

Sobre a participação dos suspeitos em outros roubos a estabelecimentos comerciais, o delegado-geral, Alessandro Vieira, ressalta que existem indícios da prática de outros crimes da mesma natureza perpetrados pelo grupo e que ele espera, com a divulgação das imagens dos jovens, “que outras possíveis vítimas possam estar entrando em contato, para que possamos consolidar mais casos aos seus integrantes”.

Em relação à onda de crimes a estabelecimentos comerciais, Alessandro Vieira fala sobre a existência de alguns grupos criminosos, mas ressalta que todo o trabalho vem sendo feito para a identificação e prisão desses criminosos. “Inclusive, só na região da 3ª Delegacia Metropolitana, policiais do Complexo de Operações Policiais Especiais tiraram de circulação cerca de 18 indivíduos acusados de cometerem crimes dessa natureza”, enfatizou.   Sobre o trio, André Baronto afima que todos já possuem passagem pela polícia pelos crimes de roubo a ônibus, a transeunte e posse de arma de fogo. Jonas e Johnnatan foram presos e encaminhados à delegacia, enquanto o adolescente foi levado à Unidade Socioeducativa de Internação Provisória (Usip).


Fonte: SSP/SE