Sergipe

22/08/2016 às 08h57

Alunos do Colégio Estadual Ofenísia Freire querem voltar a estudar na sede da escola e fizeram manifestação

Redação Portal A8

Foto: Aline Aragão
Na manhã desta segunda-feira (22), estudantes do Colégio Estadual Ofenísia Freire fizeram manifestação em frente ao local onde a escola está funcionando há cerca de um ano. Os estudantes reclamam que o prédio onde as aulas estão acontecendo, devido a reforma da sede da escola, fica distante da residência dos alunos, já que a sede do colégio fica localizado no conjunto Augusto Franco, do bairro Farolândia.

A escola está funcionando há cerca de um ano, na rua Laura Fontes, no bairro Treze de Julho e os alunos decidiram nesta manhã (22) não participar da aula e permaneceram na Praça da Imprensa durante a manhã. Eles reivindicam o retorno das aulas acontecerem no na sede original da escola, para que não precisem se deslocar de ônibus de tão distante.

Segundo o assessor da secretaria de estado da educação Elton Coelho, após a reforma, a escola foi inaugurada na última sexta-feira (19), mas ainda não é possível fazer a transferência dos alunos devido a falta de instalação de um transformador, que será responsável pelo aumento de carga de energia. Segundo o assessor caso o equipamento não for instalado, pode ocasionar uma sobrecarga de energia, já que tem muitos equipamentos para serem ligados.