Sergipe

11/08/2016 às 11h24

A previsão de gastos para o presente do Dia dos Pais será em torno de 100 reais

Com informações da FCDLF

Para a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Sergipe (FCDL), o Dias dos Pais, que representa a 4ª melhor data em vendas no comércio, perdendo apenas para o Natal (fim de ano), Dias das Mães e Namorados, pode ser aquecido com lembranças que variam de R$ 30 a R$ 110.

Segundo o presidente da entidade, Edivaldo Cunha, apesar de o momento econômico ser indefinido e instável, a expectativa é a de que alguns setores do segmento possam auferir um pequeno lucro com a data, “devido ao apelo emocional, as facilidades de compras e parcelamentos e as promoções do comércio”.

Ele espera que sejam mantidos, pelo menos, os mesmos índices de compras constatados no ano passado por pesquisas da CNDL, que giraram em torno de 3% em aumento de vendas.

“Estamos esperançosos quanto à manutenção deste índice e será uma vitória para os lojistas se isto ocorrer”, aponta.

Edivaldo Cunha calcula que a média do preço a ser ofertado pelos clientes aos seus pais pode girar em torno de R$ 110,00, estimativa também levantada pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL).

Dentre os itens relacionados pela entidade nacional como possíveis “levantadores de compras”, estão os cafés da manhã e almoços; equipamentos eletrônicos e computadores; smartphones; tabletes; roupas e calçados; relógios e óculos; ferramentas; perfumarias e bebidas.


Fonte: Com informações da FCDLF