Sergipe

05/08/2016 às 16h08

Pesquisas do Lacen e da USP confirmam prevalência da circulação do vírus Chikungunya em Sergipe

SES

O Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe (Lacen) registrou 878 amostras positivas para diagnóstico de Febre Chikungunya. Desse total, 89 são oriundas da pesquisa realizada pelo Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da Universidade de São Paulo (USP). Os dados referem-se ao cadastro de 1.913 amostras no Lacen e 147 pela pesquisa (coletadas no primeiro semestre), confirmando a alta incidência do vírus no Estado.

Para agilizar os resultados das análises, o Laboratório Central já está realizando esse diagnóstico que antes era enviado a outros laboratórios da rede nacional. A superintendente do Lacen, Danuza Duarte Costa, relatou que os kits para realização do diagnóstico da Chikungunya são distribuídos pelo Ministério da Saúde (MS). 

”Com a implantação do serviço, o Laboratório Central fará todo o perfil da doença. A gestão da unidade avalia a necessidade do quantitativo de kits e faz a solicitação ao Ministério”, afirma.

Todas as análises são feitas no laboratório de Imunologia e Biologia Molecular, composto por técnicos qualificados nos laboratórios de referência nacional, ligados à Coordenação Geral de Laboratórios de Saúde Pública (CGLAB). Os kits adquiridos pelo Ministério da Saúde utilizam a metodologia de PCR em tempo real, Biologia Molecular que detecta a presença do vírus em amostras biológicas do paciente e precisa ser realizado até o quinto dia dos sintomas (período virêmico), além da metodologia enzimaimunoensaio que detecta anticorpos após o sétimo dia dos primeiros sintomas.

Sobre o envio das amostras coletadas nos municípios para o Lacen, Danuza explicou que o fluxo permanece o mesmo. ”O pacientes com os sintomas e suspeita da Chikungunya devem procurar a unidade de saúde de seus municípios de origem, faz a coleta com a amostra do sangue. Cabe ao município fazer o registro e encaminhar o material para o Lacen”, detalhou ao confirmar que “o processo é via o Sistema de Gerenciamento de Ambiente Laboratorial (Gal). No prazo de até de 30 dias, o município recebe os resultados online”.

Serviço

O Lacen é a unidade laboratorial de referência do estado, responsável pelas ações laboratoriais de média e alta complexidade em Vigilância em Saúde e complementação diagnóstica, visando o controle dos principais agravos de saúde da população de Sergipe.

Desta forma, realiza um conjunto de ações que propiciam o conhecimento e investigação diagnóstica de agravos de notificação compulsória e imediata.

 

 


Fonte: SES