Sergipe

02/08/2016 às 13h36

Dupla é presa após arrombar cinco carros na zona Sul de Aracaju

SSP/SE

SSP
Policiais Civis da Divisão de Combate a Roubos e Furtos de Veículos (DRFV) prenderam na tarde da última quarta-feira, 27, Jorge Luiz Cavalcante Bezerra, vulgo "Jorginho", de 23 anos, e João Victor Vieira Da Costa Pinto, de 22 anos vulgo camisa Rosa. O fato ocorreu no bairro Luzia, localizado na zona Sul da Capital, mas o caso só foi divulgado pela SSP nesta terça-feira (02).

De acordo com o delegado Hildemar Rios, a dupla foi capturada logo após ter arrombado cinco carros nos bairros Luzia e Grageru, subtraindo do interior dos veículos pneus estepes, aparelhos de som, acessórios e outros bens de propriedade das vítimas."Eles já haviam sido presos há cerca de dois anos pela prática do mesmo tipo de crime, porém, mesmo tendo sido condenados, continuavam delinquindo. Chamou a atenção a rapidez com que os autores abriam os carros e subtraíam os pertences e acessórios”, detalhou o delegado Hildemar.A ação da polícia foi muito rápida, de modo que algumas vítimas só tomaram conhecimento que tinham sido furtadas após o contato feito pelos policiais, uma vez que após subtraírem os objetos, os autores costumavam deixar os carros fechados.

No momento da prisão, os acusados estavam utilizando um carro roubado há algumas semanas no bairro Luzia, com placa clonada. E segundo o delegado, as investigações continuam no sentido de identificar outros indivíduos que eventualmente auxiliassem a dupla presa.Os acusados foram autuados em flagrante e o juiz plantonista decretou a prisão preventiva de ambos. Na ocorrência ainda, foi cumprido um mandado de prisão em aberto por roubo em desfavor de  "Jorginho".

Disque Denúncia

A polícia solicita que as pessoas que tiveram o carro arrombado no bairro Luzia na tarde da última quarta-feira, 27, compareçam à Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), com o boletim de ocorrência para prestar declarações e verificar se os objetos furtados foram recuperados.Eventuais informações sobre os suspeitos podem ser encaminhadas à Polícia Civil por telefone (181) ou pelo aplicativo Disque Denúncia SE.


Fonte: SSP/SE