Sergipe

20/07/2016 às 10h42

Seis casos de clonagem de cartão são registrados em menos de 24h

Redação Portal A8

Seis casos de estelionato envolvendo cartões bancários do Banco de Estado de Sergipe, foram registrados na Delegacia Plantonista nessa terça-feira (19). O primeiro caso ocorreu por volta das 8h, e de acordo com informações do boletim de ocorrência da vítima ele recebeu oito mensagens em um intervalo de pouco mais de uma hora, informando um total de R$7.750 reais em saques. A vítima entrou em contato com o banco pedindo providências, já que estava em viagem no momento dos saques.

O segundo caso foi registrado por volta das 11h30. De acordo com o boletim de ocorrência da vítima, ela efetuou um saque ás por volta das 10h, em uma agência do bairro Santos Dumont e depois percebeu através da mensagem via celular que efetuaram um saque no valor de R$ 1.000 em um caixa 24h, no bairro Siqueira Campos e logo depois efetuaram outro saque no valor de R$ 1.000 em uma agência bancária no mesmo bairro.

Por volta do meio dia, outra vítima percebeu o prejuízo em sua conta bancária através de mensagens. Além de saques totalizando o valor de R$2.000 reais, também efetuaram uma compra no valor de R$1.000. Quando a vítima tentou utilizar seu cartão em um cash, recebeu a informação de que seu cartão havia sido bloqueado. Na agência bancária a vítima foi informada que procurasse a delegacia para que o banco tomasse as devidas providências.

A quarta vítima só percebeu o desfalque e em sua conta bancária quando foi realizar o pagamento em um caixa eletrônico e ao puxar o extrato percebeu que havia sido sacado de sua conta o valor de R$ 4.000, além de uma transferência de R$ 3.000.

No início da noite outras duas vítimas registraram ocorrências de estelionato envolvendo o cartão de crédito. Em um dos casos a vítima ficou com o prejuízo de R$ 2.000 reais, que foram sacados em duas movimentações bancárias. No último caso do dia a vítima relatou em seu boletim de ocorrência que soube dos saques indevidos através de mensagens via celular, totalizando um prejuízo de R$1.900. Todos os casos foram registrados da Delegacia Plantonista.

De acordo com a assessoria de imprensa do Banese, o banco está apurando todos os casos e vai ressarcir os valores, não havendo prejuízos aos clientes.