Sergipe

27/06/2016 às 11h33

Servidores da saúde fecham ruas no centro de Aracaju em protesto

Redação Portal A8

Foto: Mércia Oliva
O sindicato dos médicos e o sindicato dos servidores da saúde decidiram fazer uma greve unificada e realizaram um protesto na manhã desta segunda-feira (27), fechando duas ruas no centro da capital. O ato aconteceu em frente a procuradoria do município e depois fechou o outro lado, em frente a secretaria de saúde.

O ato começou às 7h e as ruas só foram liberadas por volta das 11h. Foi realizada uma assembleia, onde decidiram fazer novo ato público na próxima sexta-feira (01), no Centro Administrativo às 7h.

Segundo o presidente do sindicato dos médicos, João Augusto, não houve nenhum retorno por parte da prefeitura que desde maio faz promessas e adiam datas que ficam definidas para o reajuste.

A última reunião aconteceu no dia 05 de maio, quando informaram que iam dar o reajuste na semana seguinte, a data foi modificada para 31 de maio, depois de 10 de junho, a última data definida para pagar o reajuste foi 20 de junho e também não aconteceu.

Enquanto nada é resolvido, os postos de saúde terão cada vez menos servidores trabalhando, o que repercute a falta de atendimento nos postos de saúde. O presidente informou que 50% dos médicos irão trabalhar nas unidades de Pronto Atendimento, Nestor Piva e Fernando Franco.