Sergipe

22/06/2016 às 14h27

PRF orienta condutores para os festejos juninos

Ascom/PRF

Com a chegada dos festejos juninos e o aumento no fluxo de veículos circulando nas duas rodovias federais que cortam o estado (BRs 101 e 235), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Sergipe intensifica a partir desta quinta-feira (23), o trabalho de fiscalização. Para isso, a PRF modifica o planejamento das ações ordinárias e adapta a fiscalização para as características particulares do trânsito em locais e horários específicos. O planejamento levou em consideração a análise de dados estatísticos com foco no comportamento dos motoristas e nas características dos acidentes considerados graves, ou seja, acidentes fatais ou com vítimas feridas gravemente. Essas análises permitiram a otimização dos recursos humanos e materiais, com foco na fiscalização em pontos e horários críticos para coibir comportamentos de risco como: ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura fatal de álcool e direção.

Educação para o trânsito

Além do patrulhamento ostensivo, a PRF também promoverá ações educativas buscando sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Em alguns postos, o condutor será convidado a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos.

Obras na pista

Na BR 101 “norte”, entre os municípios de Rosário do Catete e Propriá, há obras de duplicação. Em alguns pontos não há acostamento e o motorista precisa redobrar o cuidado e reduzir bem a velocidade para não se envolver em acidente.

rolamento ou ao aproximar-se de um cruzamento, use os retrovisores e observe atentamente o local. Não trafegue próximo a caminhões, pois o deslocamento de ar produzido por esses veículos pode desestabilizar a motocicleta. Não circule com o farol apagado, pois dificulta sua visualização pelos veículos que estão em sentido contrário.

 


Fonte: Ascom/PRF