Sergipe

17/06/2016 às 14h44

Delegado detalha operação que desarticulou quadrilha de roubo de gado

SSP/SE

A Polícia Civil apresentou durante a manhã desta sexta-feira (17), detalhes da operação que desarticulou uma associação criminosa especializada em furto e receptação de gado no município de Propriá, localizado na região do Baixo São Francisco.

Segundo a polícia, nas duas últimas semanas, cinco suspeitos de participarem da associação criminosa foram presos. São eles: Cícero dos Santos, vulgo “Cisso de Fidélis”,  Wellington da Silva Santos, o 'Leiá',  Robson Santos Honorato, conhecido como “Preto”, José Adelson dos Santos, o “Zé de Falate” e Edílson Vieira dos Santos, apontado pela polícia como o responsável pela subtração de pelo menos 85 animais. 

De acordo com o delegado Antônio Wellington, a operação teve início em 22 de março deste ano a partir da prisão em flagrante, feita pela Polícia Militar, de um homem conhecido por João Paulo. "Ele pertencia ao bando, mas foi preso quando levava 15 animais furtados para uma  fazenda da região. As reses foram devolvidas ao proprietário e a Polícia Civil entrou no caso e descobriu que esse tipo de crime era frequente na região", informou o delegado. Ainda segundo o delegado, a quadrilha se dividia entre os que praticavam o furto e os que receptavam os animais.

“Muitos animais eram imediatamente abatidos após o furto e  quando isso não era possível matavam logo depois. Eles também  faziam a lavagem de dinheiro, trocando o gado furtado por um gado lícito ou ainda mascaravam a identificação da posse dos animais utilizando uma nova marcação de ferro.”  frisou o delegado Antônio Wellington.As investigações vão prosseguir no sentido de prender os três últimos integrantes do bando, identificados como José Francisco dos Santos, “Zé Bracinho”,  Magno Balbino dos Santos, vulgo “Dinho” e Antônio dos Santos Alves, conhecido como “Tontom”. Informações sobre o paradeiro dos suspeitos podem ser repassadas para o Disque Denúncia 181.

 


Fonte: SSP/SE