Sergipe

15/06/2016 às 09h14

Operação “Ostentação” resulta na prisão de treze pessoas por estelionato

Redação Portal A8

Fonte: SSP/SE
A operação “Ostentação” foi deflagrada nas primeiras horas desta quarta-feira (15). Sete mandados de prisão e sete de prisão preventiva foram determinados, dos 14, 13 mandos foram cumpridos em Aracaju, Boquim, Pedrinhas e Paripiranga pela polícia civil coordenada pelo Departamento de Defraudações.

Dez homens e três mulheres foram encaminhados à delegacia e começaram a ser ouvidos ainda durante esta manhã pela delegada responsável da operação, Rosana Freitas. As pessoas são acusadas de clonar cartões de crédito. Segundo a delegada o estelionato somou cerca de um milhão de reais, eles atuaram em Aracaju, Salvador e Pernambuco.

Delegados foram distribuídos em vários pontos com equipes de policiais para cumprir os mandados de busca e apreensão, além das pessoas, foram levados para a delegacia computadores, documentos e materiais apreendidos nas residências.

A delegada Rosana Freitas informou ainda que as investigações começaram há seis meses. Por volta das 8h da manhã uma equipe do Grupo de Repressão e Busca (Gerb) chegou na delegacia plantonista com uma pessoa detida, José Moura dos Santos seria o responsável por fazer algumas cobranças, com porte físico e praticante de artes marciais ele amedrontava as pessoas que deviam a quadrilha. Segundo o delegado do Gerb, não houve tempo para reação na hora da prisão e o suspeito nega envolvimento, mas as provas que constam nos autos são suficientes para a prisão temporária.

Duas das pessoas encaminhadas à delegacia são filhos do empresário da área musical, Macedo Brilho, segundo o pai, ele sempre fez questão de se preocupar com educação dos filhos e chegou a parabenizar a polícia pela operação.

Foto: SSP/SE

Uma coletiva está marcada para às 8h desta quinta-feira (16) para que a polícia possa detalhar a Operação Ostentação que ficou conhecida por que as pessoas utilizavam o dinheiro do cartão de crédito para usufruir e ostentar.