Sergipe

09/06/2016 às 07h03

Delegacia Metropolitana do Santos Dumont atuará como Delegacia Plantonista da zona Norte

SSP/SE

A partir desta sexta-feira, 10, a 3° Delegacia Metropolitana, localizada no Santos Dumont, passará a atuar como Delegacia Plantonista da zona Norte. Além dela, a 4° Delegacia, no conjunto Augusto Franco, atenderá as demandas de plantão da zona Sul. O objetivo é dividir a Grande Aracaju em duas áreas de atendimento para reforçar a prestação de serviço em segurança pública para a população. A novidade foi anunciada pelo governador Jackson Barreto em reunião com moradores e lideranças comunitárias do Santos Dumont, quando discutiu ações para diminuir os índices de criminalidade na região.

Acompanhado do Secretário da Segurança Pública, João Batista, e do comandante da Polícia Militar, Marcony Cabral, Jackson falou que a transformação das duas Delegacias Metropolitanas em Plantonista integra a política de segurança do Estado. Ele ainda informou que foi encaminhado um Posto de Atendimento ao Cidadão (PAC Móvel) no bairro Santos Dumont, que já está em funcionamento, mas será entregue oficialmente no sábado, 11.

O coordenador das Delegacias de Polícia da Capital (Copcal), delegado André Baronto, informou que todos os serviços atualmente ofertados na Delegacia Plantonista da rua Laranjeiras, Centro, serão transferidos para a Deplan Norte. Os serviços já começam a funcionar a partir das 18h desta sexta-feira. A nova delegacia atuará durante todas as noites nos dias úteis e 24 horas nos finais de semana e feriados. Dessa forma, as plantonistas da capital ficarão estrategicamente instaladas nos pontos onde as demandas são maiores: nas Zonas Norte e Sul.

“Nós já incorporamos mil novos policiais militares e mais 120 da Polícia Civil para melhorar a segurança de nosso estado, mas queria fazer algo em especial pelo Santos Dumont. Além da mudança na 3° DM, que já começa a funcionar como plantonista nesta sexta-feira, implantamos um PAC Móvel para oferecer mais segurança à comunidade”, afirmou o governador.

O comerciante Enésio Souza aprovou a chegada do reforço policial na região onde mora. “Tudo que vier para ajudar a comunidade é bem-vindo. O comércio ansiava por esse aumento de efetivo aqui para a região. Quero agradecer ao governador a preocupação e dizer que essa iniciativa é boa demais para o nosso bairro”, disse.

PAC Móvel

O Posto de Atendimento ao Cidadão do bairro Santos Dumont, segundo o governador Jackson Barreto, terá ponto fixo na praça Ulisses Guimarães, onde fica a Paróquia São Francisco de Assis, mas fará ações nas comunidades, atendendo a população por meio de um telefone. O PAC terá efetivo de 12 Policiais Militares, comandados pelo major Geovanio Feitosa Lima.

“A referência do PAC será aqui na praça Ulisses Guimarães, mas a unidade vai até onde a população convocar. O objetivo é reduzir os índices de violência e garantir que o cidadão de bem possa trafegar tranquilamente pela região onde mora”, disse o governador. O PAC do Santos Dumont deve atender a 20 comunidades, entre loteamentos, conjuntos e bairros.

“Nós vamos resolver o problema de segurança da comunidade do Santos Dumont com a ajuda da própria comunidade. O PAC móvel já está aqui para atender as demandas dos moradores e faremos uma entrega simbólica junto com o governador”, falou o coronel Marcony Cabral.

O secretário de Segurança Pública, João Batista, disse que as medidas são importantes e citou a importância da integração polícia e moradores. “Muitos problemas da segurança pública passam por esse distanciamento da comunidade com a polícia. Queremos que estejamos de mãos dadas, e, além disso, harmonia entre o poder público e a população. Esse é o primeiro passo. É a comunidade quem precisa denunciar, usar o disque denúncia 181, que é a maior ferramenta que a polícia tem e não precisa se identificar para relatar a informação” declarou.

A agente de saúde, Ana Paula, é líder comunitária do bairro Cidade Nova, área que também será atendida pela base móvel da Polícia Militar. Segundo ela, o medo que vinha sendo cultivado de sair à noite, agora ficou de lado. “A Associação de Moradores do bairro Cidade Nova veio pedir o apoio do governador para a nossa área e ficamos felizes em saber que também seremos beneficiados com essa segurança reforçada”, comemorou.

Bases móveis

O Governo do Estado já implantou 32 bases móveis de policiamento ostensivo da Polícia Militar (PM) em Sergipe. Os veículos do tipo furgão são adaptados para atendimento, reforçam a segurança da capital e do interior do estado e são colocadas em diversos pontos, podendo até ser deslocadas durante o mesmo dia para atender as necessidades da população. O objetivo das bases é garantir maior mobilidade para o policiamento preventivo. Elas são totalmente caracterizadas para facilitar a visualização, e possuem sistema de rádio próprio, com comunicação direta com Ciosp e demais unidades da polícia, abrangendo mais de um bairro. Os policiais militares trabalham em turno de 12 horas, em dias e horas alternados.

O investimento total foi de R$ 4.784.000, sendo que cada base custou R$ 149.500. O Governo de Sergipe entrou com a contrapartida de R$ 262.932,80, e adquiriu os veículos em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ).


Fonte: SSP/SE