Sergipe

05/06/2016 às 08h50

Agressão de magistrado contra garçom em pizzaria da capital causa polêmica

SSP/SE

Após discussão em uma pizzaria, um magistrado foi conduzido à delegacia na noite do último sábado (04). Segundo entrevista do garçom para o jornalista Marcos Couto, da MIX FM, a briga teria iniciado quando o juiz contestou a quantidade de cervejas que ele teria tomado.

Segundo o garçom, o magistrado que até então não se identificou como juiz agrediu e pronunciou xingamentos, populares da pizzaria tentaram contê-lo e a polícia o encaminhou até a delegacia.

A condução do magistrado à delegacia foi motivo de discussão sobre a impossibilidade de prisão em flagrante do mesmo. 

O delegado geral Alessandro Vieira informou em nota que o magistrado Cláudio Bahia Felicíssimo foi conduzido por policiais militares à Deplan, sob acusação de vias de fato e injúria, após um desentendimento em uma pizzaria da Capital.

"Foram adotadas as medidas adequadas pelo delegado plantonista, considerando o disposto na Lei da Magistratura Nacional, em seu artigo 33, que impede a prisão em flagrante do juiz, salvo no caso de crime inafiançável.

Desta forma, Presidência e a Corregedoria do TJSE foram devidamente comunicadas.

A Polícia Civil de Sergipe é composta por profissionais sérios e não admite quaisquer insinuações de favorecimento, especialmente daqueles que, por formação acadêmica, têm conhecimento jurídico suficiente para saber os limites legais da atuação policial."

 

 


Fonte: SSP/SE