Sergipe

25/05/2016 às 08h34

Chuva deixa ruas e avenidas alagadas em vários pontos da capital

Redação Portal A8

Foto: Douglas Magalhães
Após uma madrugada de muita chuva, os aracajuanos enfrentaram problemas para sair de casa na manhã desta quarta-feira (25). Em vários pontos da capital sergipana foram registrados pontos de alagamento, deixando o trânsito complicado logo no início da manhã.

Em uma das avenidas do conjunto Dom Pedro, um acidente envolvendo dois ônibus do transporte coletivo foi registrado, apesar de ter deixado o trânsito ainda mais lento na região, ninguém ficou ferido.

Foto: Douglas Magalhães

No bairro Santo Antônio, a avenida João Ribeiro ficou alagada e um canal chegou a transbordar. No bairro Industrial, a avenida Simeão Sobral também ficou de baixo de água. Os alagamentos também foram registrados na zona sul, no bairro Salgado Filho, os motoristas tiveram dificuldade de trafegar pela avenida Acrisio Cruz e ruas paralelas.

De acordo com o meteorologista, Overland Amaral, as chuvas vão continuar até o fim de semana. “O Sistema Leste está atuando nos estados de Bahia, Sergipe e alagoas, e as chuvas devem perdurar ao longo da semana, pois deve se intercalar com esse sistema, um de frente que já atua no sul da Bahia e no fim de semana irá atuar em Sergipe”, destacou Overland.

O meteorologista também informou que a maior concentração de chuva será no litoral, mas o interior do estado também deve sentir a instabilidade. “Para encher os reservatórios, essas chuvas ainda tem um volume muito abaixo, inclusive a previsão é que fique a baixo da média nos próximos meses. Mas no momento são chuvas suficiente para iniciar o plantio”, afirmou.

Apesar da chuva, as temperaturas continuam com as mesmas características de estação de outono, devendo mudar a partir da primeira semana de junho, quando já começa a transição para o inverno.

De acordo com o tenente coronel, Gilfran Mateus, da Defesa Civil Estadual, desde as últimas 48h a Defesa Civil está em alerta devido aos avisos da meteorologia, de chuvas intensas no Litoral e no Centro-Sul. Ainda segundo o tenente coronel, até o momento nenhuma ocorrência foi registrada, mas que tanto o Estado, como os municípios, estão em alerta, principalmente nas áreas de encostas. 


Imagens