Sergipe

23/05/2016 às 13h14

Polícia divulga imagens de estelionatário que se passava por funcionário do Tribunal de Justiça

Redação Portal A8

Um homem ainda não identificado é responsável por aplicar golpes, em Aracaju, passando-se por funcionário do setor de leilões do Tribunal de Justiça e juiz federal. O primeiro caso ocorreu no dia 01 de julho de 2014 . Segundo a vítima, na referida data, ele teria divulgado em um classificado local a venda de seu veículo, um Ford/Fusion 2010.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), na ocasião o estelionatário, que se identificou como “Aldo”, teria manifestado interesse em adquirir o bem. Em conversas com a vítima, o golpista alegou ser funcionário do setor de leilões do Tribunal de Justiça e que ajudaria na intermediação de um veículo Hilux que estava a leilão abaixo do valor de mercado.

Disposto a adquirir o veículo, a vítima teria repassado o valor de R$ 1.400,00 a título de pagamento da suposta guia de recolhimento para a retirada da Hilux, que supostamente deveria ser efetuado por ‘Aldo’. Porém, ao chegar ao TJ, enquanto Edmilson estacionava o veículo, ‘Aldo’ teria sumido com a quantia mencionada, além da Carteira Nacional de Habilitação e um aparelho de telefone celular da vítima.

A SSP, também informou que o outro golpe foi registrado no dia 07 de julho de 2014 e teve como vítima um senhor de 82 anos. De acordo com a vítima, ela teria anunciado a venda de um apartamento em um classificado local. Nisso, um indivíduo, identificado como ‘João Marcelo’, alegando ser juiz federal, entrou em contato demonstrando interesse em adquirir o bem. Durante as negociações feitas entre o estelionatário e o genro da vítima, foi anunciado pelo golpista que existia um veículo Hilux no pátio da Justiça Federal que estaria abaixo do valor de mercado e que bastaria depositar apenas 5% do valor do veículo naquele momento.

Interessado na proposta, o genro do idoso desembolsou o valor de R$ 2.050,10 também a título de pagamento da suposta guia de recolhimento para a retirada da Hilux, que supostamente deveria ser efetuado por ‘Aldo’. Porém, enquanto Alisson estacionava o veículo em frente a um cartório no Centro de Aracaju, ‘João Marcelo’ teria sumido com a quantia mencionada.

Em depoimento à Delegacia Especial de Defraudações e Combate à Pirataria, responsável pelas investigações do caso, a vítima forneceu as imagens do circuito de segurança da portaria do edifício onde foram feitas as tratativas com o suposto estelionatário. No vídeo, o autor é identificado e também reconhecido pela vítima do caso anterior.

A polícia divulgou as imagens do estelionatário para a divulgação e solicita que caso alguém reconheça o acusado, deve acionar a Polícia por meio do disque denúncia – 181.