Sergipe

13/05/2016 às 09h11

Em Sergipe já foram registrados 106 casos de crianças soropositivas

SES/SE

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), através do Programa Estadual de DST/Aids, contabiliza 106 casos de crianças soropositivas em Sergipe, 61 em meninas e 45 em meninos. Desses casos, 14 foram registrados em crianças menores de 1 ano, 60 em crianças de 1 a 4 anos, 23 casos em crianças de 5 a 9 anos e outros 9 em crianças entre 10 e 14 anos.

O coordenador do programa, o médico Almir Santana, mostra preocupação com o registro dos casos, pois continuam nascendo crianças soropositivas e os números não param de crescer. Segundo ele, desde 1987, já entraram em óbito 22 crianças com Aids, em consequência das manifestações clínicas.

“O pré-natal na rede de atenção primária precisa ser mais eficaz. Contabilizamos que 90% das crianças adquirem o HIV através da transmissão vertical, ou seja, de mãe para filho, que pode ocorrer durante a gestação, via transplacentária, por ocasião do parto ou pela amamentação, indicando que houve falha no pré-natal”, explica Dr. Almir. Ainda segundo ele, existem métodos de tratamento para que a doença não passe para o bebê se for identificada precocemente na gestante, no momento do pré-natal.

“Há uma necessidade de mudança de atitude das gestantes, das mulheres que desejam engravidar, dos seus parceiros e, principalmente, dos profissionais de saúde. Nossos colegas da área médica e de enfermagem precisam estar mais atentos na busca ativa das gestantes, bem como na solicitação dos testes de HIV e Sífilis na gravidez e na recomendação do uso do preservativo masculino ou feminino, mesmo quando a mulher estiver grávida”, completa o coordenador.

Dr. Almir explica, ainda, que essas crianças que nascem soropositivas devem fazer tratamento com medicamentos anti-retrovirais, pois eles diminuem a carga viral e, consequentemente, os riscos de infecções.

 

Ação de Solidariedade

Este ano, a ação de solidariedade ao Dia Mundial da Criança Soropositiva, que é comemorado no dia 7 de maio, será realizada na próxima sexta-feira, 13. A Secretaria de Estado da Saúde, através do Programa Estadual de DST/Aids, realizará no Parque da Sementeira, a partir das 9h, um dia de lazer, contando com a presença de 45 crianças soropositivas e expostas e 40 mães soropositivas. Serão realizadas atividades recreativas e de integração social, com a participação de alunos e professores de várias escolas da rede particular.


Fonte: SES/SE