Sergipe

04/04/2016 às 15h27

Revista Exame aponta Sergipe como novo polo agrícola nacional

ASN

A Revista Exame, especializada em economia e negócios, traz o estado de Sergipe como novo polo agrícola brasileiro. A edição de número 1.110, publicada em março, mostra como o agronegócio cresce, apesar da crise, alcança safras recordes e incorpora novos polos, a exemplo de Sergipe, destaque na produção de milho.

Em 2015, o setor colheu uma safra recorde de grãos e fechou o ano gerando um saldo positivo de U$ 75 bilhões na balança comercial. Para este ano, a previsão é que os agricultores colham mais de 210 milhões de toneladas de grãos, quebrando o recorde de produção pelo sétimo ano seguido.

O texto apresenta a produtividade e a eficiência como responsáveis pelo alto rendimento do setor e pelo surgimento de novos polos agrícolas. A publicação cita Sergipe como exemplo novo pólo.  “O aumento da eficiência continua se disseminando pelo país, incorporando novos polos agrícolas. O mais recente exemplo vem de Sergipe, o menor estado brasileiro em extensão territorial. Atraídos pela possibilidade de ter clientes cativos para sua produção, os agricultores desenvolveram plantações de milho com sementes melhoradas e manejo adequado”, diz a matéria. A revista ressalta a safra sergipana recorde de milho: mais de 1 milhão de toneladas do grão, que passou a ser chamada de terceira safra por complementar as colheitas de verão e de inverno das principais regiões produtoras do país.

Para o secretário de Estado da Agricultura de Sergipe, Esmeraldo Leal, o apoio do Governo do Estado, por meio da distribuição de sementes e da assistência técnica, é importante para o bom resultado da sara de milho.  “O programa de distribuição de sementes de qualidade, o programa de mecanização agrícola, aliados à assistência técnica da Emdagro e Cohidro, e a força e determinação do agricultor familiar são fundamentais para esse resultado. Além, é claro, dos fatores favoráveis no estado, citados na reportagem, como solo fértil e chuvas regulares no inverno, além do importante trabalho da Embrapa, que passou a divulgar os resultados de pesquisas demonstrando o potencial de Sergipe na produção de milho com a adoção de técnicas mais modernas, incluindo o uso de sementes melhoradas”, declarou.

Esmeraldo Leal diz que a produção deste ano será recorde, acompanhando a tendência nacional. “É importante destacar que, mesmo neste período de dificuldade financeira, o Governo de Sergipe vem distribuindo as sementes antes do período das chuvas. Foram entregues 657 toneladas de sementes, em parceria com a Conab, para 40 mil agricultores familiares, um investimento de R$ 4.073.588,00”.

 


Fonte: ASN