Sergipe

31/03/2016 às 08h52

Saúde inicia campanha de vacinação contra a gripe

ASN

Técnicos das Secretarias Municipais de Saúde de Sergipe participaram de uma capacitação promovida pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para a preparação da campanha de vacinação contra a gripe. A campanha começa dia 30 de abril, e seguirá até o dia 20 de maio em todo o território nacional.

A vacinação contra a gripe é destinada a grupos prioritários: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas, idosos a partir de 60 anos, profissionais da saúde, todo o sistema prisional (funcionários e presidiários) e grupos de comorbidade (que tenham doenças que comprometam a imunidade).

"Essa vacina é anual porque o vírus é mutante. O objetivo é diminuir as internações e também o custo de medicamentos da gripe, além de diminuir os óbitos. A população de Sergipe tem recebido muito bem a vacinação e esperamos os grupos prioritários novamente no dia 30, que é o dia onde as unidades de saúde estarão só voltadas a esse público", explica a coordenadora do programa Estadual de Imunização, Sândala Teles.

Durante esses anos de campanha tem atingido mais que a meta do ministério que é fazer 80% de cobertura em todos os grupos.

"A h1n1 era uma gripe que praticamente tinha desaparecido, já causou 36 mortes em São Paulo.  Temos que ficar atentos, prevenidos, não podemos perder o foco da vacinação. A expectativa é de aplicar 600.000 doses. Temos a responsabilidade muito grande de cumprir com precisão e eficiência essa meta", ressalta o secretário de Estado da Saúde, José Sobral.

Participaram da capacitação cerca de 120 técnicos municipais de saúde representando os 75 municípios de Sergipe.

"Essa capacitação já vem sendo dada a três anos seguidos mas a gente ainda não conseguiu erradicar esse vírus no país, e ele está vindo mais forte a cada ano . A importância é renovar nosso conhecimento sobre o vírus e implantar esse no nosso município", explica Thaysa Lessa, técnica no município de Japoatã.

Novo Sistema de Informação

Além de capacitar os técnicos do município para a campanha de vacinação contra a gripe, também foi explicado sobre o novo sistema de informação do programa de imunização. O novo sistema já foi implantado em 54 municípios e trabalha com método nominal, eletrônico, que guarda o nome de cada pessoa e as vacinas que já recebeu.

"As pessoas às vezes perdem a carteira de vacinação, chega à unidade de saúde e não recupera essa carteira porque não tem registro dentro da unidade. E com esse sistema vai ficar registrado quais vacinas a pessoa recebeu e  vamos poder dar um novo cartão de vacinação", detalha Sândala Teles.

 


Fonte: ASN