Sergipe

29/03/2016 às 13h34

Covisa intensifica fiscalização em hotéis para Olimpíadas

PMA

PMA
A Prefeitura de Aracaju, através da Coordenação de Vigilância Sanitária (Covisa), intensifica os trabalhos de fiscalização nos hotéis da região da Orla de Atalaia. O primeiro hotel a receber a equipe para inspeção, na manhã desta terça-feira (29), foi o Radisson, que abrigará sete delegações das Olimpíadas que ficarão sediadas na capital sergipana. A proposta é garantir a segurança alimentar dos atletas do Japão, Polônia, Cazaquistão, República Tcheca, Áustria e Ucrânia, que já começam a chegar a partir do próximo mês.

A gerente de alimentos da Covisa, Nazaré Aragão, informou que, 90% dos hotéis da região da orla possuem alvará para funcionamento, então, este trabalho é apenas para reforçar as orientações. "Periodicamente, realizamos inspeções nessa área e identificamos que as regras estabelecidas são cumpridas e isso nos deixa mais tranquilos. Apesar de todas as delegações ficarem hospedadas em um único hotel, a fiscalização será estendida, pois sabemos que torcedores e familiares, também virão e provavelmente ficarão hospedados nesta região", afirmou.

Para o gerente de alimentos do hotel, Adriano Rosa, receber delegações de países com culturas tão diferentes exige mais cuidados. "O Japão, por exemplo, tem a cultura de comer peixe cru e isso implica a nossa equipe ter alguns conhecimentos prévios na preparação desses pratos. Mas já tivemos uma experiência bem parecida durante a última Copa do Mundo, quando abrigamos a delegação da Grécia e, assim como aconteceu em 2014, esperamos que tudo corra bem este ano", ressaltou.

Segundo o gerente geral do hotel, Henrique Dutra, o trabalho da Covisa respalda o serviço que é oferecido aos hóspedes. "Para nós, que trabalhamos na área de alimentos e bebidas, existe uma necessidade muito grande em servir produtos de qualidade, respeitando todas as regras do controle sanitário", destacou.

A fiscalização faz parte do plano estratégico integrado que está sendo montado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e Secretaria Municipal da Saúde de Aracaju (SMS) para garantir o cuidado e a atenção à saúde das delegações que terão Aracaju como sede de treinamento.

 


Fonte: PMA