Sergipe

23/03/2016 às 10h45

Trio acusado de assaltar loja de celulares é preso no Santos Dumont

SSP/SE

Uma operação conjunta deflagrada na tarde dessa terça-feira (22) envolvendo agentes do Complexo de Operações Policiais Especiais da Polícia Civil (Cope) e da 10ª Delegacia Metropolitana de Aracaju, coordenada pelos delegados André David e Arquimedes Marques, respectivamente, resultou na prisão de um trio responsável pelo roubo a uma loja de aparelhos celulares localizada no Bugio, ocorrido na última segunda-feira, 21. Os acusados foram presos em um loteamento conhecido como ‘Cidade de Deus’, situado no bairro Santos Dumont, zona Norte de Aracaju. 

Segundo o delegado Arquimedes Marques, as investigações tiveram início logo após o registro do crime, quando o proprietário do estabelecimento comercial prestou o depoimento informando que quatro indivíduos armados teriam invadido a sua loja, roubando cerca de 100 aparelhos de telefone celular e a quantia de R$ 1.000,00. “A partir daí, nossas equipes entraram em campo na tentativa de elucidar o caso, quando, durante as investigações, descobrimos que um dos aparelhos que havia sido subtraído contava com o sistema de rastreamento por satélite, apontando a sua localização.

De posse dessas informações, solicitamos o apoio do Cope no sentido de empreender diligências até o local apontado, conhecido como ‘Cidade de Deus’, efetuando a prisão do trio em diferentes residências na região”, explicou o delegado. Foram presos: Josicleiton Silva Felizardo Souza, 18 anos; José Almir dos Santos Júnior, 19; e William Silva Santos, 21.

Durante abordagem, foram apreendidos uma pistola calibre 380, um veículo GM/Celta com restrição de roubo que havia sido utilizado no momento da fuga, além de alguns objetos de origem ilícita possivelmente oriundos do assalto à loja. Em depoimento na delegacia, o grupo confessou tanto a autoria do crime quanto a participação em outros assaltos a estabelecimentos comerciais da capital e Grande Aracaju. Ainda segundo o delegado, o quarto integrante da quadrilha, já identificado, está foragido, mas ele ressalta que “nossos agentes já estão em diligências e esperamos realizar em breve a prisão do último envolvido”.


Fonte: SSP/SE