Sergipe

22/03/2016 às 07h35

Polícia Civil prende quadrilha especializada em roubo de cargas em Dores

SSP/SE

SSP/SE
Policiais Civis da Delegacia Regional de Nossa Senhora da Glória, coordenados pelo delegado Dernival Eloi, com o apoio de agentes do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), prenderam na última quarta-feira (16) uma quadrilha especializada em roubo de cargas. A prisão ocorreu no município de Nossa Senhora das Dores, região do Médio-Sertão do Estado. Na ocasião, foram presos: Bruno Max Góis Lima, 19 anos; Matheus Santana de Jesus, 19; Laércio de Jesus Barros, 39; José Arnaldo dos Santos, 43; e Gival de Jesus Santos, 46.

Segundo Dernival Eloi, a operação teve início após o recebimento de informações, via Disque Denúncia 181, sobre um caminhão que havia sido tomado de assalto na última quarta-feira, em um posto fiscal na divisa entre os estados de Alagoas e Pernambuco, contendo uma carga de 21 toneladas de charque avaliada em R$1 milhão. Ainda segundo a denúncia, a carga estaria sendo levada para o município de Nossa Senhora da Glória, para posterior venda, sendo escoltada por dois veículos: um Celta preto e uma caminhonete tipo Hilux.

SSP/SE

“De posse dessas informações, nossas equipes seguiram em diligências, localizando os dois veículos na rodovia sentido Dores /Glória. Após monitoramento dos veículos, flagramos o momento em que o Celta se aproximou de um caminhão com as mesmas características repassadas do que havia sido tomado de assalto. Com a confirmação, os agentes deram voz de prisão a Matheus e Bruno, que estavam no interior do Celta”, explicou o delegado.

Em depoimento ainda no local, a dupla confessou o crime e a participação e localização dos outros integrantes que estavam na Hilux, que foram presos imediatamente e encaminhados ao Cope. “O grupo confessou o roubo e deu detalhes de como a carga seria negociada posteriormente com comerciantes do interior do Estado”, disse Dernival Eloi.

Ainda conforme o delegado, outras prisões poderão ocorrer em breve, em virtude da identificação de outros indivíduos suspeitos de integrar a quadrilha: “nossas equipes já conseguiram identificar quatro homens que seriam suspeitos de integrar o bando. Vamos seguir em diligências no sentido de localizar os indivíduos e efetuar a sua prisão”. O quinteto está custodiado no Cope, onde responderá pelos crimes de roubo majorado, uso de arma de fogo e associação criminosa.

 


Fonte: SSP/SE