Sergipe

21/03/2016 às 17h21

Museu Médico de Sergipe terá documentos digitalizados da Biblioteca Epifânio Dória

ASN-SE

Representantes da Academia Sergipana de Medicina estiveram na Secretaria de Estado da Cultura( Secult), nesta segunda-feira, 21, para propor uma parceria entre as instituições que irão contribuir com o acervo do Museu Médico de Sergipe. A proposta consiste em digitalizar teses de doutorados de médicos sergipanos formados no século XX, em outros estados do Brasil, preservadas no acervo da Biblioteca Pública Epifânio Dória.

Recebidos pelo secretário, Elber Batalha e pelo assessor, Irineu Fontes, o presidente da Academia, Paulo Amado, o médico Antônio Samarone e o presidente da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores – Regional Sergipe, Lucio Prado Dias, visitaram o acervo e falaram sobre sua importância. “A preservação e o acesso digital a este matéria é fundamental, pois só podemos fazer o presente se conhecermos a história e a Academia tem uma preocupação muito grande com a história da medicina em Sergipe”, ressaltou o presidente.

Foto: ASN

Até o início do século XX os cursos de medicina no Brasil eram equivalentes ao nível de doutorado, sendo assim, para se formar os médicos precisavam defender teses científicas e por isso, muitos são chamados de doutor até hoje. “Acredito que estas teses sejam os documentos mais importantes da medicina em Sergipe. Este material é uma mina de ouro da saúde, pois tem importância enorme para a história, a memória e o conhecimentos de como era a medicina do século IXX”, explicou Antônio Samarone.

Ao todo, o acervo conta com cerca de 1.600 teses, sendo 880 de faculdades da Bahia, 660 do Rio de Janeiro, além de outros estados como São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Pernambuco e até de Paris, na França. “A Secult está firmando uma parceria com a Academia Sergipana de Medicina prevendo que algumas obras sejam cedidas para o Museu do Médico e outras digitalizadas, o que permitirá um compartilhamento efetivo destas informações, além de favorecer a preservação destas obras”, ressaltou o secretário, Elber Batalha.

Museu Médico de Sergipe

Em dezembro do ano passado, o governador Jackson Barreto cedeu o espaço do antigo prédio do Instituto Parreiras Horta para Academia Sergipana de Medicina, onde será implantado o Museu do Médico em Sergipe, além das sedes da Academia e da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores – Regional Sergipe e do Memorial Parreiras Horta.


Fonte: ASN-SE