Sergipe

15/03/2016 às 10h12

Cavo empreendimentos trabalhou sem licença ambiental para coleta de lixo

Redação Portal A8

Somente na manhã desta terça-feira (15), a Cavo empreendimentos deu entrada no pedido de licença ambiental na Adema, esse foi um dos motivos que o órgão ambiental do estado  suspendeu a coletiva do lixo em Aracaju.  Após a fiscalização realizada pela Adema na tarde desta segunda-feira (14), o órgão apreendeu sete caçambas, com as infrações verificadas a coleta do lixo acabou sendo suspensa. 

Em entrevista coletiva, o presidente da Adema, Almeida Lima informou que sem a licença ambiental a empresa estava atuando de forma clandestina. Além da falta de licença os trabalhadores dividiam o espaço da caçamba com o lixo e de maneira irregular fizeram a coleta, com número reduzido de veículos, o que não garantiu de forma adequada a coleta do lixo durante esses dias. O presidente ainda falou que a empresa cometeu crime ambiental. 

A infração pode gerar multa que varia de 50 mil a 10 milhões de reais. Mesmo sem a licença ambiental, internautas flagraram alguns veículos fizeram a coleta de lixo durante a madrugada. Segundo a assessora de comunicação da Emsurb, Cristina Rochadel, eles aguardam  a liberação da Adema para o retorno imediato da coleta de lixo. Ainda segundo a assessora, está prevista a chegada de mais caminhões na tarde de hoje (15) o que vai somar 33 veículos disponíveis para a coleta.