Sergipe

02/03/2016 às 17h23

Maternidade Nossa Senhora de Lourdes abre inscrições para treinamento de doulas

Redação Portal A8

Estão abertas as inscrições para mulheres voluntárias em participar do projeto ‘Doulas – Cuidando do bem nascer’, desenvolvido pela Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL). Para participar, a candidata deve ir ao Núcleo de Educação Permanente (NEP) da unidade de saúde até o dia 18 de março, das 8h às 12h e das 14h às 17h. O projeto busca incentivar o trabalho voluntário baseado no suporte afetivo, físico e emocional às gestantes.

O treinamento será desenvolvido através de três focos: o auxílio no momento do parto, com o apoio físico e emocional; trabalho de acolhimento pós-parto, levando informações sobre o bebê e fazendo a ponte entre família e puérpera; e trabalho educativo da doula em relação ao aleitamento materno.

A mulher interessada em se tornar doula será atendida por profissionais do NEP que farão uma prévia seleção. As voluntárias inscritas participarão de um processo seletivo para identificar o perfil e o preparo emocional com relação a algumas situações, como lidar com o parto e o ambiente hospitalar. As classificadas farão um treinamento de 30 horas teóricas e 312 horas de prática. 

Foto: ASN

“Serão transmitidos conhecimentos básicos do trabalho das doulas e sua interface com os trabalhos na enfermagem, psicologia, nutrição, obstetrícia e entre outras. A ação das doulas fortalece as políticas de humanização do parto e nascimento, através do acolhimento e orientação às gestantes e puérperas em suas dúvidas, em relação ao parto e a amamentação”, explica Silvia dos Anjos, psicóloga e uma das coordenadoras do projeto preparatório na MNSL.

Em Sergipe, a MNSL é pioneira na formação de doulas. O incentivo é dado com base no cumprimento da Lei 11.108, de 7 de abril de 2005, que garante às parturientes o direito à presença de acompanhante durante o trabalho de parto e pós-parto imediato, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), e com base nas diretrizes do Hospital Amigo da Criança onde se destaca a importância da ação das doulas como uma atividade no cuidado amigo da Mulher.

A primeira turma do curso de capacitação oferecido pelo projeto doulas concluiu suas atividades em setembro de 2011, quando foram formadas 15 candidatas, mediante atuação dos profissionais da própria maternidade. Em 2016, a MNSL acolherá a 5ª turma de doulas.

“A doula gera uma assistência física e emocional que não precisa se dividir entre funções. Ela está ali somente para apoiar a parturiente”, finalizou o superintendente da MNSL, Luís Eduardo Correia.