Sergipe

21/02/2016 às 11h01

Condutor da lancha que causou acidente estava com taxa de álcool superior à permitida por lei, afirma Capitania dos Portos

Capitania dos Portos de Sergipe

A Capitania dos Portos enviou nota sobre o acidente ocorrido na tarde desta sábado (20):

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 2º Distrito Naval (Com2ºDN), informa que equipes de Inspeção Naval da Capitania dos Portos de Sergipe (CPSE), que realizavam ações de fiscalização do tráfego aquaviário durante o evento náutico denominado “Speed Day”, no estuário do rio Vaza-Barris, em Aracaju, foram comunicadas, por volta das 16h30 de hoje (20), sobre a ocorrência de um acidente envolvendo a lancha “Royal Carribean”.

Ao se aproximarem da embarcação, os inspetores navais auxiliaram o resgate emergencial de um banhista, posteriormente identificado como Breno Leite, que ainda estava preso à hélice da lancha. A vítima foi então socorrida pelo Serviço Móvel de Urgência (SAMU), sendo levada para a emergência do Hospital São Lucas, onde permanece sob cuidados médicos.

Após o resgate, os militares da CPSE realizaram a verificação de documentos e apreenderam a embarcação para a realização de perícia. O condutor da lancha também foi submetido a teste com etilômetro, que acusou taxa de álcool superior à permitida por lei. Por essa razão, foi conduzido à Delegacia de Plantão de Aracaju. As causas e responsabilidades pelo ocorrido serão apuradas em Inquérito Administrativo instaurado pela Marinha do Brasil.

Leia mais: 

Hélices de uma lancha atingem pernas de jovem de 22 anos


Fonte: Capitania dos Portos de Sergipe