Sergipe

12/02/2016 às 08h09

Câmara de vereadores é incendiada na véspera da votação de cassação do prefeito

Redação Portal A8

Vândalos invadiram a Câmara de Vereadores de Cristinápolis, por volta das 2h da madrugada desta sexta-feira (12), e queimaram documentos, que segundo vereadores, poderiam provar irregularidades na gestação do atual prefeito do município, Padre Raimundo.

Na tarde desta sexta-feira, iria acontecer uma sessão, na Câmara dos Vereadores, que poderia decretar o impeachment contra a atual administração de Cristinápolis.

Em entrevista ao programa Fala Sergipe, da Mix FM, o vereador e vice-presidente da Câmara, Zé de Alaide, lamentou a ação criminosa. “Foi um trabalho de 3 a 4 meses produzido pela comissão processual que detectou inúmeras irregularidades na prefeitura do município. É muito triste essa situação”, comenta.

O presidente da Câmara de Vereadores, José Dantas, acredita que o incêndio foi criminoso. "Quando cheguei na Câmara senti um forte de cheiro de gasolina, então, isso é um indício de que tocaram fogo propositalmente".

Apesar do ato de vandalismo, o parlamentar Zé de Alaide, diz que a sessão poderá será realizada ainda hoje. “Apesar desse ato lamentável, ainda pode ser confirmada a sessão que poderá acontecer em outro local. Ainda nesta manhã, iremos tentar falar com o juiz e a promotora de justiça da comarca de Cristinápolis, para que essa sessão seja realizada no auditório do fórum”, diz Zé de Alaide.

O vereador ainda destacou que espera que a ocorrência não fique impune. “Foi feito um pedido de reconsideração por parte dos advogados do prefeito, no Tribunal de Justiça.  Esse pedido se encontra na mesa da doutora Elvira, e eu queria fazer um apelo para que esse pedido seja analisado com muito cuidado e cautela”, conclui.

Será realizada uma perícia para averiguar as causas do incêndio.