Sergipe

10/02/2016 às 09h05

Corpo de PM morto em troca de tiros no São Conrado é velado por familiares

Redação Portal A8

Foto: Portal A8SE

 

O corpo do cabo da Polícia Militar, Joeliton dos Santos, está sendo velado na manhã desta quarta-feira (10), na casa em que residia, no bairro São Conrado. O policial morreu após intervir em uma troca de tiros que acontecia numa festa da comunidade, nesta última terça-feira.

O irmão da vítima, Geraldo Santos, lamenta a perda diante da violência que cresce a cada dia. “Um homem trabalhador, que estava ali na festa esperando a hora para ir trabalhar, morrer assim, desse jeito, é uma pena. Mas, infelizmente, ele não é o primeiro, nem vai ser o último trabalhador, pai de família, a morrer.  O que mais tem hoje em dia é gente que acha que tem o direito de tirar a vida de qualquer um”.

Geraldo conta que, no momento do crime, toda a família estava reunida. “Ele estava esperando chegar a hora para entrar na banda dele, que ele é empresário de uma banda também, todo mundo feliz, sorrindo, se divertindo, quando de repente aconteceu isso. Chegou um pessoal em um carro, disparando vários tiros para cima no meio da festa, eles frearam em cima dele, ele como é policial foi reagir e acabou baleando dois suspeitos dentro do carro, mas nessa confusão, o meu irmão, infelizmente, também foi baleado. Nós levamos ele para a urgência do Augusto Franco, mas ele não resistiu”, disse o irmão da vítima.

A polícia já prendeu três dos quatro homens suspeitos de praticar o crime. Segundo o irmão do cabo, os responsáveis pelos disparos estavam envolvidos em uma briga com moradores da comunidade, que aconteceu na segunda-feira de carnaval (8), por causa de um paredão de som. “Eu não estava aqui quando essa confusão aconteceu, mas me disseram que esse pessoal tinha brigado com moradores aqui do São Cornado, por causa de um paredão de som. Na certa, eles quiseram se vingar e fizeram isso para assustar os moradores”, comenta.

O cabo Joelinton deixa esposa e cinco filhos. O sepultamento do policial será nessa quarta-feira (10) às 16h no cemitério da Atalaia, quando será prestada às honras militares.