Sergipe

29/01/2016 às 08h34

Primeiro Conselho Pleno paritário da OAB toma posse

OAB/SE

O triênio da democracia e da valorização da advocacia sergipana. Em uma solenidade de posse histórica, a nova gestão da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe – OAB/SE, reafirmou nesta quinta-feira, 28, o compromisso da entidade com a busca intransigente da participação de todo e qualquer advogado na Ordem e com o resgate da advocacia do Estado.

O novo Conselho Pleno da OAB/SE, empossado hoje, é constituído, em fato inédito em todo o país, por um número igual de homens e mulheres. Pela primeira vez no Brasil, um Conselho Seccional da OAB é paritário, comprovando a vontade de mudança anunciada pelo novo presidente da seccional sergipana da Ordem, Henri Clay Andrade, em sua campanha eleitoral.

Para a conselheira seccional da OAB/SE, Tatiane Goudart, a proposta da nova gestão da Ordem é um avanço na democracia. “No Conselho Pleno da gestão anterior, eu era minoria. Um Conselho paritário representa um novo olhar sob as decisões da entidade. Os motes da OAB, da sociedade e da advocacia serão visto com mais sensibilidade, sem perder a racionalidade”.

Ovacionado pela advocacia e pela sociedade de Sergipe, Henri Clay relembrou em seu discurso o papel da OAB como parte indissociável da trajetória democrática brasileira e asseverou que a nova gestão da entidade lutará diariamente, em união, pela justiça social, pela democracia, pelos direitos humanos e pela liberdade, em defesa inegociável da Constituição Federal.

“O que nos move nessa quadra da história é a vontade de poder exercer a advocacia com dignidade, independência e liberdade, para servir à cidadania. Estamos todos prontos para a luta em prol do fortalecimento da OAB e da valorização da advocacia. E o que nos une é o amor pela advocacia. Advocacia forte é cidadania valorizada e democracia consolidada”, disse.

Presente à posse, o vice-presidente da OAB Nacional, Cláudio Lamachia, reafirmou o seu apoio ao novo presidente da OAB/SE. Para ele, Henri Clay fará mais uma gestão memorável. “Não tenho dúvida de que Henri Clay, um homem de Ordem e de uma folha riquíssima em termos de serviços prestados à instituição, será mais uma vez um grande presidente”, disse. 

 


Fonte: OAB/SE