Sergipe

21/01/2016 às 16h43

Fortes chuvas elevam turbidez da água captada no Sistema Alto Sertão

Deso

A Companhia de Saneamento de Sergipe - Deso informa que os municípios sergipanos de Porto da Folha, Poço Redondo, Monte Alegre e Nossa Senhora da Glória, atendidos pelo Sistema do Alto Sertão, podem receber água com uma turbidez acentuada esta semana. Essa situação pontual ocorre devido às fortes chuvas dos últimos dias, que provocaram a elevação da turbidez e da cor da água bruta captada no Rio São Francisco.

De acordo com a Gerência de Operações da Regional Sertão, as fortes chuvas provocaram enchentes do Rio Capivara - localizado na divisa de Nossa Sra. da Glória e Monte Alegre - comprometendo a captação de água do Sistema Alto Sertão. "O Rio Capivara deságua no Rio São Francisco, à 600 metros da captação da Deso, comprometendo a qualidade da água que captamos no Sistema Alto Sertão. Essa situação faz com que a produção de água caia cerca de 50%", detalhou Marcelo Barreto, gerente da regional Sertão.

Para manter o abastecimento de água com qualidade, a empresa está executando constantemente a limpeza de filtros na Estação de Tratamento. A previsão é de que o problema seja resolvido conforme a condição da água captada melhore. Esta é uma condição temporária. As regiões afetadas são os municípios de Porto da Folha, Poço Redondo e povoados, Monte Alegre e povoados, além da Zona Rural de Nossa Senhora da Glória.

A água fornecida à população sergipana segue as exigências do Ministério da Saúde. Essa determinação se torna uma garantia com o trabalho de monitoramento do produto. A água passa por análises em laboratório próprio da empresa e em unidades laboratoriais terceirizadas com certificações ISO/IEC 17025. E, mensalmente, são emitidos relatórios de controle de qualidade para as Coordenadorias de Vigilância Sanitária.

Toda água captada e tratada pela Deso é monitorada desde o manancial até o ramal do imóvel do cliente. A cada mês, a empresa chega a coletar 3.535 amostras e efetiva 28.050 ensaios analíticos em todo o território sergipano atendido.


Fonte: Deso