Sergipe

18/01/2016 às 08h52

SMTT registra queda de 42% no número de acidentes com vítimas fatais

SMTT

Segundo dados obtidos nas últimas estatísticas sobre trânsito realizadas pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), houve uma queda no número de acidentes com vítimas fatais em Aracaju. De outubro a dezembro de 2014, 20 óbitos foram registrados pelo órgão, contra 15 registros no ano passado.  

Voltada para a redução dos índices de acidentes, no início do mês de setembro de 2015, por meio da Diretoria de Planejamento e Sistemas (DPS), a Superintendência instalou 15 equipamentos de fiscalização eletrônica. Desde então, houve uma redução de 42% dos acidentes com vítimas fatais em comparação com o mesmo período de 2014.

No início de novembro, foi dada a segunda ordem de serviço para a instalação de novos equipamentos de fiscalização em Aracaju. Um total de 12 equipamentos já foram instalados nessa segunda fase, dentre eles, três do tipo radar fixo, uma lombada eletrônica e oito de tipo misto. Todos estão em processo de aferição pelo Inmetro.

Ainda com a intenção de reduzir os índices de acidente, o órgão também promove, através da equipe de Educação, campanhas de conscientização em escolas e pelas principais vias da cidade, abordando temas como o uso do cinto de segurança, o respeito às leis de trânsito e à faixa de pedestres. A intenção é chamar a atenção de todos e por consequência, reduzir os índices de acidentes.

Além do investimento em campanhas de conscientização, a Superintendência vem realizando diversas intervenções no trânsito da cidade, para reduzir pontos de congestionamento e acidentes. Bons exemplos disso são as mudanças de circulação realizadas nos bairros Ponto Novo, Santo Antônio, Atalaia e Grageru. 

O superintendente da SMTT, Nelson Felipe da Silva Filho, se diz satisfeito com a redução dos índices e acredita que mais dados positivos serão registrados. "A nossa missão é minimizar esses índices de acidentes e cumprir a meta estabelecida pela ONU na Década Mundial pela Redução de Acidentes de Trânsito. Trabalhamos diariamente com esse foco. Após a implantação na primeira etapa da fiscalização eletrônica, registramos de 42% de redução. Acredito que teremos índices ainda menores. As pessoas não podem mais morrer no trânsito", comentou Nelson.

 


Fonte: SMTT