Sergipe

14/01/2016 às 14h44

Polícia esclarece latrocínio ocorrido no município de Cedro de São João

PC

A Polícia Civil, por meio da ação conjunta entre a Delegacia de Cedro de São João, o Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) e o Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol), esclareceu o latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido na manhã do dia 9 de novembro de 2015, em um ponto Banese, no município de Cedro de São João. O crime vitimou o zelador do fórum local, Luiz da Silva.

De acordo com o diretor do Cope, delegado Jonathas Evangelista, logo após o fato, a polícia deu início às investigações que apontaram Diego dos Santos Sousa, 21 anos, conhecido como "Mago da Ferragem", como um dos participantes no delito. "Após ser preso, no dia 2 de dezembro de 2015, Diego confessou a prática do crime e revelou a participação de mais dois envolvidos, Alexandre dos Anjos, vulgo "Gam Gam", 19, e o mandante do crime, o ex-presidiário Antônio Ricardo Nascimento Silva, 26. O suspeito confessou ainda que, se o crime tivesse ocorrido como planejado, já havia combinação com Ricardo para que outros roubos fossem cometidos", detalha.

Além da participação no crime, no momento de sua prisão, Diego estava portando uma quantidade de drogas, o que culminou em uma autuação em flagrante por tráfico ilegal de entorpecentes.

O crime

Na manhã do dia 9 de novembro de 2015, o mandante da ação, Antônio Ricardo, forneceu aos parceiros toda a logística do crime, inclusive o revólver calibre 38 e uma moto modelo Honda CG/150. Ele teria passado em uma motocicleta pela frente do ponto Banese, no município de Cedro de São João, informando aos parceiros onde seria praticado o roubo.

A partir das informações recebidas pelo mandante, "Gam Gam" e Diego executaram o planejado. Armados, invadiram o local e anunciaram o assalto. Durante a ação, o zelador foi abordado pelos ladrões, e tendo reagido ao assalto, foi alvejado pela dupla e veio a óbito.

Após assassinarem a vítima, a dupla fugiu abandonando a motocicleta que pilotava nos fundos de um posto de combustível Petrox.

Os três indivíduos responsáveis pelo crime já tiveram passagem pelo sistema prisional.

A Polícia agora trabalha para prender os outros dois suspeitos, Alexandre dos Anjos e Antônio Ricardo Nascimento Silva, e pede ajuda da população para denunciar o paradeiro dos foragidos, por meio do Disque-denúncia, 181.


Fonte: PC