Sergipe

13/01/2016 às 18h33

Grupo criminoso é desarticulado dela Polícia Civil em Poço Verde

SSP/SE

A Polícia Civil apresentou na tarde desta quarta-feira, 13, detalhes de uma operação que resultou na prisão de Mário Silva de Oliveira, 27 anos, Fernando Oliveira de Araújo, 30, Reinan de Jesus Neves, 20, e do mandante do grupo, Reginaldo de Jesus Júnior, 26, conhecido com "Naldinho", pelos crimes de pistolagem e tráfico de drogas, na região centro-sul do Estado. Na oportunidade, um adolescente de 17 anos foi apreendido.

 A investigação do grupo criminoso começou após um homicídio praticado contra Reginaldo Andrade, conhecido como "Reginaldo Pai de Santo", no município de Poço Verde, em junho de 2015. “No assassinato de Reginaldo existiram duas linhas de investigação, supostamente briga por tráfico de drogas ou pelo fato de um relacionamento amoroso entre o Reginaldo e o pai de uma dupla que está presa. Um foi o José Romário, que foi preso em outubro do ano passado, e Mário Silva, preso na operação de hoje. Os filhos de Reginaldo denunciaram a existência do grupo de extermínio. A partir daí, as investigações foram iniciadas e conseguimos hoje desarticular a quadrilha.”, relata o delegado de Lagarto, Hilton Duarte.

O grupo atuava nos estados de Sergipe e Bahia e vinha, praticamente, sendo responsável pela autoria total dos homicídios em Poço Verde. "Dezenas de assassinatos foram feitos pelos integrantes. Eles atuavam sempre em duplas, em motocicletas e disparavam vários tiros. O grupo estava bem organizado a ponto de terem circuito de câmeras e holofotes nos postes para monitorar as ruas. Comprovamos hoje, que eles realmente estavam ali contando com a ajuda de vizinhos e familiares que abrigavam as armas de fogo e drogas em suas casas", esclareceu o delegado.

Durante a ação, os holofotes e as câmeras foram apreendidos pela polícia e a fiação foi destruída. "Encontramos também quatro armas de fogo e poucas munições, então acreditamos que outras armas e até mesmo drogas podem estar guardadas em outras casas. Por isso, as investigações irão continuar com o objetivo de encontrar mais materiais, como drogas e armas, além de outros remanescentes do grupo", conclui.

Dois homens ainda continuam foragidos, Kainan Freitas Silva e Misael de Jesus Rocha. A polícia reforça a importância da população para auxiliar e denunciar a dupla, por meio do 181.

A ação conjunta teve a participação da Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci), Superintendência de Polícia Civil do Interior (Supci), Delegacia de Lagarto, Delegacia de Poço Verde e Gerb - um total de mais de 40 agentes envolvidos na operação.


Fonte: SSP/SE