Sergipe

12/01/2016 às 10h28

Agentes socioeducativos reivindicam pagamento do auxílio alimentação

Redação Portal A8

Os agentes de medidas socioeducativas da Fundação Renascer realizaram um ato de advertência na manhã desta terça-feira (12) para cobrar o auxílio alimentação, que segundo a categoria, está atrasado há quatro meses.

De acordo com o agente Daniel Rodrigues, o presidente da Fundação Renascer vem descumprindo uma ordem judicial que determinava o pagamento do auxílio. “O presidente da Renascer não vem tomando a postura devida, temos conhecimento que o dinheiro já está disponível, mas mesmo assim ele não está cumprindo o que o Ministério Público do Trabalho determinou, de pagamento até o dia 31 de dezembro”, reclamou.

Ainda segundo o representante da categoria, a forma como o presidente da Fundação que pagar o benefício vai prejudicar os agentes.“Ele descumpriu a ordem judicial e agora quer barganhar o pagamento desse auxilio alimentação mediante um acordo coletivo que tira da gente 16h trabalhadas dos meses que não recebemos. Não temos outra opção a não ser essa paralisação e posteriormente uma greve, pois não é possível 4 meses sem auxílio. Passamos o Natal sem dana, sem décimo e sem auxilio alimentação. Não é justo”, lamentou.

Para os agentes, a manifestação é uma forma de chamar a atenção na tentativa que o pagamento seja realizado sem que seja necessário uma nova greve. “Só queremos que o presidente trate a gente como ele trata os menores. Depois da mediação do Ministério do Trabalho nós suspendemos a paralisação, mesmo assim a gente fez nossa parte o presidente descumpriu e não tivemos outra saída a não ser retornar a paralisação. E as paralisações serão feitas como indicativo de greve”.