Sergipe

11/01/2016 às 14h48

Mais de quatro mil empresas foram abertas em Sergipe no ano de 2015

Ascom/ Jucese

Presidente da Jucese, Georgeo Trindade
A Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese) registrou em 2015 a abertura de 4039 empresas em território sergipano, somente em Aracaju foram 2049. O setor que mais constituiu negócios foi o de Serviços, com 58%; em segundo lugar, de Comércio, com 34%; e em terceiro, de Indústria, com 8%. 

Mesmo com a atual instabilidade financeira vivida pelo Brasil, a constituição de negócios no Estado se manteve regular. Em 2014, 4122 empresas foram registradas na Jucese. Além do mais, o número de inscrições de Microempreendedor Individual (MEI) aumentou no ano passado, mais de cinco mil empreendedores formalizaram seus comércios.

Confira na tabela o ranking dos 10 tipos de empresas mais abertas em 2015 na Jucese, de acordo com a atividade principal da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE).   

“O Governo de Sergipe, cada vez mais, atrai novos estabelecimentos empresariais, a exemplo das indústrias, gerando milhares de empregos para os cidadãos sergipanos e provando que a economia do Estado se mantém ativa”, destaca o presidente da Jucese, George Trindade. A Junta Comercial também investe na desburocratização da abertura de empresas com a expansão do sistema Agiliza Sergipe.

Com relação ao enceramento de negócios, 2015 finalizou com um saldo de 3329. Em 2014, foram 1949. Além da crise econômica, a Lei Complementar 147/2014, que alterou o Estatuto da Micro e Pequena Empresa, influenciou no número de fechamentos, visto que permitiu as empresas obterem baixas na Jucese sem a necessidade de apresentação de certidões negativas. 


Fonte: Ascom/ Jucese