Sergipe

06/01/2016 às 16h49

Ações de combate ao Aedes aegypti são intensificadas na Zona de Expansão

Agência Brasil

Cerca de 55 agentes (Endemias e Comunitários) da Secretaria Municipal de Saúde estão trabalhando no combate ao Aedes Aegypti no Mosqueiro até a próxima sexta-feira (08). A ação, que foi iniciada na manhã desta quarta-feira, 6, visa atingir, até o final de semana, mais de dois mil imóveis, entre condomínios fechados, terrenos e residências.

Segundo a coordenadora do Programa Municipal de Controle da Dengue, Zika Vírus e Febre Chikungunya, Taíse Cavalcante, o trabalho de intensificação das ações tem como objetivo visitar todos os imóveis da capital até o final deste mês. “Desde o início de dezembro, estamos fortalecendo as atividades e montando estratégias para erradicação do mosquito em nosso município e continuaremos buscando caminhos para alcançarmos uma maior resolutividade”, destacou. A Coordenadora frisou ainda que ação semelhante vem acontecendo, paralelamente, no bairro América (onde culminará num grande Mutirão no próximo sábado, 9 reunindo agentes e soldados do Exército Brasileiro).

A supervisora geral da região, Edijeane Scarlet, informou que, normalmente, o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) da Zona de Expansão é baixo, e que para manter esse controle, as ações de combate acontecem diariamente. “Nossa preocupação, além de eliminar o foco, é a orientação dos moradores, para que eles mesmos possam ser multiplicadores das informações relativas às doenças transmitidas pelo mosquito. Só assim conseguirmos deixar a área livre do Aedes Aegypti”, ressaltou.

As ações educativas foram elogiadas pelo lavrador Abílio Cristóvão da Conceição que, prontamente, abriu as portas de sua residência para receber a equipe da Saúde Municipal. “Com esse trabalho me sinto mais seguro, pois, às vezes, posso esquecer de limpar algum local, porém, sei que os agentes não deixam passar nada. Assim, tanto eu quanto a comunidade, ficamos protegidos. Além disso, todo mundo que chega aqui em casa vou logo orientando como se deve fazer para não deixar o mosquito se proliferar. Já aprendi a minha parte”, afirmou seu Abílio.


Fonte: Agência Brasil