Sergipe

05/01/2016 às 19h11

Gaste pouco e dê um up na sua casa

Por Adriana Meneses

Vejam como o ambiente ficou modificado com a utilização de alguns objetos
Ano novo, vida nova e porque não um ambiente com aquele toque descolado e moderno para iniciar um novo ano repleto de sonhos e expectativas? Está sem dinheiro? Gastou além do esperado nos festejos de final de ano? Bobagem! Você pode deixar os ambientes da sua residência bonitos, aconchegantes e elegantes, gastando pouco e investido na reutilização de objetos esquecidos no canto da bagunça ou até mesmo aquelas bugigangas do tempo da vovozinha. Basta só criatividade e colocar a mão na massa.

De acordo com a designer de interiores, Lais Santana, começar a mudança de um ambiente pelas paredes é uma boa pedida. A utilização de cores mais intensas, texturas e papeis de parede já causa um grande efeito visual no cômodo escolhido. Porém é importante não exagerar para que o ambiente não fique com aparência pesada. Além da pintura, os quadros são peças curingas na decoração. “ Na hora de escolher cores e texturas, é importante tentar harmonizar as cores, sempre que possível não aderir cores mais intensas como vermelho, amarelo e laranja nos quartos. Nos demais cômodos, as cores intensas são válidas. Os tons pastéis então em alta e podem surgir belas combinações com papéis de paredes com listras e florais. Os papéis de parede podem ser encontrados à partir de R$80”, ressaltou.

Outras opções com valores acessíveis e que dão um toque especial no ambiente segundo Lais Andrade, são as almofadas, pufs, tapetes, vasos, luminárias e até os famosos porta-retratos, porém é importante cautela na utilização desses objetos para que o ambiente não fique com aparência de amontoado de tralhas. “ É necessário que a pessoa utilize uma paleta de cores que se harmonizem entre elas, isso não significa que você crie um ambiente em tons neutros e pastéis, e não possa utilizar um objeto de cor mais intensa para ser destaque naquele ambiente”, salientou.

Lais Santana aposta na reutilização de objetos esquecidos no fundo do baú
Inovar também está em alta, segundo a designer de interiores. Ela diz que muita gente tem apostado em reformar móveis antigos, principalmente aqueles do tempo da vovózinha. As opções mais buscadas são a mudança das cores dos móveis e troca de estofados. “Você pintar um móvel de uma cor diferente, trocar as estampas dos estofados e usar objetos como bules e transforar em jarro de flores, pé de máquina de costura e transformar em mesas, pode deixar o ambiente com cara de novo e em grande estilo. Com aproximadamente R$ 300 e criatividade, você faz o diferencial na sua casa”, finalizou

 


Fonte: Por Adriana Meneses