Sergipe

05/01/2016 às 10h57

SAMU emite nota esclarecendo denúncia sobre demora no atendimento

Redação Portal A8

A Superintendência do SAMU 192 Sergipe informa à população do Estado de Sergipe e aos familiares da paciente M.H.B.S, sexo feminino, 41 anos, que, ao tomar conhecimento de fatos envolvendo a demora no atendimento por parte deste serviço, está apurando com o objetivo de elucidar suas circunstâncias, bem como de esclarecer de forma transparente a realidade destes, municiando a imprensa de informações pertinentes. Desta forma, temos a esclarecer o seguinte:

 

1-      O SAMU 192 Sergipe recebe diariamente a média de 800 (oitocentos) chamados/dia, gerando uma média diária de 190 (cento e noventa) atendimentos em todo o Estado, incluindo atendimentos com Unidades de Suporte Avançado (USA), Unidades de Suporte Básico (USB) e Motolâncias;

2-      Do número de chamadas, atende uma média de 10% de orientações, que se caracteriza por esclarecimentos a população, tendo em vista que nem sempre a melhor resposta terá que ser o encaminhamento de uma ambulância e ainda 27% das chamadas se referem ao trote, um dos maiores problemas que atualmente vem atrapalhando os atendimentos de urgência e que estamos buscando punições para os  infratores em parceria com a Secretaria de Segurança Pública;

3-      Dos 100% dos pacientes que o SAMU 192 atende, as equipes conseguem salvar mais de 75% dos pacientes atendidos no ambiente pré–hospitalar móvel (informações do recém lançado Global StatusReporton Road Safety 2015, da  Organização Mundial de Saúde – OMS) entregando com vida no ambiente hospitalar; (Fonte: SRSAMU, OMS);

4-      A gestão do SAMU 192 Sergipe, informa também que, dependendo do caso, por mais eficientes que sejamos, existe situações de extrema gravidade que, por mais rápido que seja o atendimento, o sucesso na reanimação cardíaca apresenta índices muito baixos. No Brasil, a taxa gira apenas entre 2% e 5% de sobrevida. Porém, mesmo assim,  nos empenhamos e nos esforçamos 100% para tentar salvar vidas, independente das taxas de sobrevida. Nossa meta é chegar rápido e utilizar todos os recursos disponíveis.

5-      Temos trabalhado diuturnamente em parceria com o Ministério da Saúde, com a Secretaria de Estado da Saúde e Fundação Hospitalar de Saúde (SES/FHS), no cumprimento dos protocolos específicos das urgências, conscientizando nossos profissionais de saúde, para que realize com ética, compromisso e responsabilidade o ato de salvar vidas com ética, respeito, compromisso e dignidade;

6-      No Município de Aracaju,trabalhamos diariamente com 03 (três) Unidades de Suporte Avançado – USA, oito (08) Unidades de Suporte Básico – USB e quatro (04) motos. Em estudo recente, já identificamos a necessidade de aumento do número de ambulâncias em virtude do crescimento urbano, associado a violência no trânsito,  fragilidades, ameaças e riscos, um importante perfil que estamos identificando nos últimos onde (11) meses de gestão;

7-      Como todo e qualquer serviço de saúde, seja ele público ou privado, diariamente nos deparamos com problemas de aspectos técnicos e operacionais relacionados a viaturas e equipes, e hoje especificamente estávamos com problemas em duas (02) ambulâncias, que estavam seguindo para a manutenção, entretanto, nossa missão é sacrificarmos ao máximo no ato de salvar vidas, e não ceifá-las;

8-      No momento da solicitação em epígrafe, conforme consta em nossos registros, estávamos com as Unidades de Suporte Avançado - USA, além das Unidades de Suporte Básico – USB em ocorrência, e ainda conforme ficha do solicitante, no momento do acionamento, a paciente queixava-se de mal estar, porém estava acordada, respirando e não sentia dor. Foi caracterizada uma urgência de gravidade moderada, e assim que a primeira ambulância foi liberada, as equipes seguiram para a referida ocorrência. Em escuta qualificada com as equipes, inicialmente foi encaminhada uma USB e em seguida após uma segunda e terceira ligação do solicitante, informando que a paciente havia se agravado, uma USA foi vinculada e estava a caminho. Foi cancelada após a chegada da USB,que em virtude do tempo decorrido entre a solicitação e a chamada a paciente foi removida por terceiros;

9-      Entretanto, é sabido que o atendimento à distância, caracterizado pelo processo de telemedicina, apresenta suas particularidades por meio de informações do solicitante e que infelizmente quando situações de fragilidades acontecem, a gestão se empenha na busca das respostas imediatas, integrada às equipes de Regulação Médica e equipes de intervenção, de forma a garantir a integridade do serviço e dos seus profissionais, uma vez que nosso compromisso é com a população que esteja em situação de urgência, necessitando de atendimento;

10-  Informamos ainda, que para o esclarecimento dos fatos,após análise cuidadosa do caso, escuta qualificada das equipes e avaliação minuciosa da situação em tela,caso seja necessário, a Instituição realiza abertura de  sindicância administrativa para apuração de fatos, o que entendemos que nessa situação uma vez que as ambulâncias estavam em ocorrência,  identificamos nossa fragilidade;

11-  Solicitamos pedido de desculpas a família, ao tempo em que estamos tomando decisões junto ao Ministério da Saúde para que possamos aumentar o número de ambulâncias no Município de Aracaju;

12-  A Superintendência do SAMU 192 Sergipe se coloca à disposição para quaisquer outros esclarecimentos. Entretanto, acreditamos em nossos profissionais e reforçamos o compromisso maior em atender a população da melhor forma possível.