Sergipe

28/12/2015 às 11h08

Consumidores aprovam instalação de balanças de precisão no Mercado Central de Aracaju

Redação Portal A8

Foto: A8SE
Os consumidores do Mercado Municipal de Aracaju já podem contar com balanças de precisão para a conferência do peso das mercadorias. O projeto da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), em parceria com o Procon Municipal, tem o objetivo de dar mais segurança ao consumidor quanto ao peso dos produtos.

“Esse é um projeto contínuo com o intuito de tranquilizar o consumidor de que ele não está sendo burlado pelos comerciastes e feirantes. Os consumidores têm que ter certeza de que se ele comprou 1kg de carne, de farinha, ou do que for, na balança tem que constar que tem 1kg”, destaca o diretor de Espaços Públicos da Emsurb, Luiz Carlos (Branca de Neve).

O comerciante que for flagrando por duas vezes lesando o consumidor receberá uma advertência da prefeitura. Na terceira notificação, ele pode perder a licença para comercializar no local. “Esse é um direito do consumidor, que o comerciante deve cumprir e que nós devemos controlar. Temos que dar essa segurança ao consumidor do que eles estão levando”, completa Luiz Carlos.

No Mercado Central foi instalado duas balanças. Uma no setor de carnes e outra para medição de peixes e hortifrutigranjeiros. Os mercados do Augusto Franco, Bugio e bairro América também receberão balanças de precisão.

Consumidor satisfeito

Foto: A8SE
A artesã, Rosimeire Gregório, costuma a comprar verduras no mercado Albano Franco e fica satisfeita com a medição das mercadorias em balanças de precisão. “É outra coisa essa balança. É uma melhoria e uma garantia a mais para gente. O custo de vida já é alto e cada centavo faz falta. Por isso é importante saber que estamos pagando pela quantidade exata dos produtos, saber o que a gente está levando. Com essa balança a gente pode conferir o valor certo”, afirma.

O vendedor, Maicon Oliveira, diz que o consumidor corre menos risco de ser lesado ao conferir o peso dos produtos na balança de precisão “Eu acho ótimo porque essas balanças antigas corre o risco de a gente ser enganado. Eu mesmo não entendo como eles fazem para medir com aquela balança. E essa de precisão já mostra o número exato, é só conferir e pronto. Achei ótimo, só chegar aqui e conferir”, conta.

No Mercado Municipal, alguns comerciantes já possuem balanças de precisão, mas como nem todos possuem, a iniciativa da Emsurb e do Procon foi muito bem vista. “Muito bom esse projeto. É bom porque o freguês já vê o valor, vê o peso, vê tudo. O consumidor tem a garantia de que a gente não rouba, que faz o trabalho sério. Todo mundo está vendo tudo direitinho, já fica sabendo que está tudo em ordem”, diz o comerciante Denílson Santos Barbosa.

Valdeci dos Santos vende tapioca no mercado e faz questão que o consumidor confira a quantidade que está levando. “O meu trabalho é correto, mas nem todo mundo é honesto. Às vezes o cliente compra um 1kg e vem 900 gramas. Aqui, tem muito comerciantes que faz isso e não é justo nem com o cliente e nem é justo consigo mesmo. Então, eu acho muito bom porque o cliente não sai lesado”.