Sergipe

19/12/2015 às 10h32

Avenidas Euclides Figueiredo e Paulo Figueiredo Barreto serão duplicadas

Assessoria/PMA

Na tarde desta sexta-feira, 18, a Prefeitura de Aracaju, através da secretaria de infraestrutura, assinou a ordem de serviço para a duplicação das avenidas Euclides Figueiredo e Paulo Figueiredo Barreto, localizadas na zona Norte de Aracaju. As duas vias são as principais e mais antigas avenidas que cortam a cidade de Aracaju, dando acesso, através da ponte do Rio do Sal, à cidade de Nossa Senhora do Socorro. O Prefeito de Aracaju, João Alves Filho assinou a ordem de serviço com alegria, pois tem consciência da necessidade da reconfiguração daquela avenida.

A obra terá um investimento de R$ 8 milhões, com previsão de conclusão de 607 dias. Todo o trabalho compreende demolições e remoções, obras de drenagem e macrodrenagem, pavimentação, sinalização horizontal e vertical e colocação de dutos para fibra ótica.O trecho da Euclides Figueiredo é o local onde há o maior nó de engarrafamento da capital. O engarrafamento é tão grande, que mesmo com uma distância pequena, a população leva, cerca, de uma hora para atravessar e no retorno pra casa é a mesma coisa.

“Então, é um incomodo muito grande. Além disso, também prende o trânsito das pessoas que vem da cidade de Nossa Senhora do Socorro. Sendo assim, estudamos todo o projeto desta avenida e chegamos à conclusão de que não havia necessidade de desapropriação. Hoje, mesmo sabendo que a maioria das casas que cercam esta área são de invasão, resolvemos alargar os pontos mais estreitos, onde vamos comprometer, apenas, pedaços das casas. Desta forma vamos minimizar os transtornos desse povo que já é tão sofrido. Já no ponto da Euclides Figueiredo, que chega ao DER, faremos uma grande avenida e esta vai se estender até a avenida Tancredo Neves, dando mais conforto ao trânsito dessa área”, afirma.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Luiz Durval, a obra será um grande benefício para a população de Aracaju e de Socorro. “A obra envolve uma avenida importante que está em uso, para isso faremos algumas intervenções, com desvios em alguns pontos,apesar de sabermos que haverá sempre um incomodo, tudo que está sendo executado para duplicação é apenas um transtorno temporário, pois o resultado de uma obra com este porte será é enorme benefício para todos”, ressaltou.

Preocupados com as dificuldades com o trânsito no local, que já é complicado, a SMTT fará um trabalho intenso de sinalização e orientação, afim de que os transtornos sejam reduzidos. O superintendente da SMTT, Nelson Felipe, diz que “foi pensando em todo o transtorno existente nesta área e que vai aumentar com o início das obras, que decidimos instalar um painel eletrônico no trevo, dando as orientações necessárias aos motoristas. Eles serão informadas de como deverão se locomover. As vias estarão bem sinalizadas com o intuito de minimizar o transtorno, que será inevitável, declara.

 


Fonte: Assessoria/PMA