Sergipe

17/12/2015 às 08h25

Vereador Emmanuel Nascimento fala sobre votação de PL para o reajuste da passagem do transporte público

Redação Portal A8

O vereador, Emmanuel Nascimento, falou em entrevista ao Portal A8SE e para o programa Fala Sergipe da Mix FM, sobre a votação de projetos na Câmara Municipal de Aracaju, na manhã desta quinta-feira (17). Um deles, que tem causado polêmica, é sobre o suposto aumento no valor da passagem do transporte coletivo na grande Aracaju.


De acordo com o vereador, o projeto de aumento da passagem ainda não foi apresentado na Câmera Municipal. No entanto, o parlamentar garante que, caso o projeto venha a votação, ele irá votar contra o reajuste. “Eu compreendo que teve aumento de gasolina, no óleo diesel, mas em tempos de crise, eu acho que devemos encontras outras medidas como diminuição dos impostos para as empresas de transportes, entre outras alternativas. O que eu não concordo é jogar o problema para a população. Os servidores sem receber em dia, os trabalhadores sofrendo com a crise, eu votaria contra esse aumento de passagem”, afirma.


Emmanuel Nascimento destacou, que será votado na Câmara, um projeto de autoria do vereador Lucas Aribé que sugere a instalação de ar-condicionado nos ônibus coletivos. “Acredito que ainda hoje iremos votar nesse projeto. A comissão de justiça colocou contrário ao projeto, mas foi para o plenário que derrubou o recurso e o projeto será votado ainda hoje”, diz.


Nesta quinta-feira (17) ainda será votado um projeto encaminhado pelos guardas municipais auxiliares que pedem igualdade de salários. “É uma ação administrativa, onde existe os guardas municipais e os guardas auxiliares. Os guardas auxiliares afirmam que exercem as mesmas funções dos guardas municipais, mas recebem menos. Eles querem igualdade de salários já que trabalham com a mesma função. Eu entendo que é justo aprovar o projeto e devemos cobrar que o prefeito sancione esse projeto”, expõe.


Outra PL que pode ser votada ainda nesta quinta é de autoria da prefeitura que pede a aprovação de um empréstimo de 75 milhões para a construção da avenida perimetral. “É preciso ver, estudar e analisar o projeto. Agora, o projeto deve detalhar aonde será aplicado esse dinheiro, porque, às vezes, o município não detalha como irá usar o dinheiro, fica uma coisa mal-entendida, e corre o risco de os vereadores não votarem a favor. Se for para beneficiar a população eu aprovo, sim”, conclui Emmanuel Nascimento.