Sergipe

14/12/2015 às 16h32

Especialista investiga suposta ligação de zika vírus e cegueira em bebês

R7

R7
Um médico de São Paulo investiga a suspeita de ligação entre o zika vírus e lesão na retina, que pode levar a perda de visão e até mesmo a cegueira. Marcelo Cavalcante Costa, especialista em oftalmologia em prematuros e recém-nascidos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) e da Santa Casa, conta que acompanha três casos de bebês com microcefalia que nasceram também com essa lesão nos olhos. As mães são de São Paulo, mas estiveram durante a gestação no Nordeste, região que vive epidemia de nascimento de bebês com má-formação cerebral. 

Segundo Costa, bebês com microcefalia normalmente têm lesão na retina. Porém, no caso das três mulheres, foram verificadas lesões diferentes do que é normalmente encontrado em caso de criança com má-formação.

— É uma atrofia na retina e uma cicatriz. É bem diferente do que vimos antes. Nunca tivemos nenhum caso parecido. Nas situações de microcefalia por toxoplasmose ou citomegalovirus a lesão já é conhecida, mas essa com suspeita de zika é diferente.

O especialista afirma que ainda é preciso conhecer mais casos para se afirmar algo tão sério, mas, ele faz questão de ressaltar que essa lesão é diferente das demais.

— Ainda não existe nenhum material acadêmico sobre isso, estamos levantando os dados. Como é uma alteração única, acreditamos que está ligado ao zika. Provavelmente serão crianças de baixa visão ou até mesmo cegueira.

Costa ainda diz que entrou com pedido em uma revista científica de renome para registrar a suspeita.

— Foi o primeiro exame com foto documentado de criança com suspeita de zika. Vamos aguardar para saber se há mais casos e se a suspeita se confirma.


Fonte: R7