Sergipe

14/12/2015 às 08h56

Moradores ainda sofrem com fumaça provocada por focos de incêndio na antiga ferrovia Leste

Redação Portal A8

Foto: Portal A8
Moradores do bairro Siqueira Campos que vivem próximos a Ferrovia Centro Atlântico, antiga Leste, continuam sofrendo com a fumaça provocada por pequenos focos de incêndio. O problema surgiu na tarde do sábado (12) e persistiu até a manhã desta segunda-feira (14).

No sábado, as casas ficaram cheias de fumaça e muitos moradores precisaram sair de casa para que a saúde não fosse prejudicada. “Desde sábado que está assim e a fumaça continua, ninguém está aguentando. O pessoal passa mal aqui, com o calor e o cheiro forte da fumaça. Nesta madrugada até um teto caiu de uma casa, por aqui. Está todo mundo sofrendo”, diz o morador Mariano Bispo.

De acordo com os moradores, o fogo surge dos chamados “dormentes” que são as madeiras que ficam embaixo dos trilhos. Segundo eles, a situação é frequente, mas desta vez, o incêndio foi de maior proporção. “Isso acontece direto, porque o pessoal pula muro, fica lá por dentro e toca fogo nos matos. Mas dessa vez, a coisa foi mais feia, foi pior” comenta Mariano.

Os moradores do bairro Siqueira Campos também reclamam do abandono da ferrovia. “Há anos que isso aí está abandonado e ninguém faz nada. Não serve para nada, ninguém dá um destino. Só serve para o povo invadir, ficar e ficar fumando, se drogando. Fora que acumula inseto, lixo, tudo que não presta”, conclui o morador.

A vizinhança solicitou a presença do Corpo de bombeiros no fim de semana, que desde a tarde do sábado vem monitorando a ferrovia. O Corpo de Bombeiros retornou mais de seis vezes no local do incêndio até o domingo, atendendo ao chamado dos moradores que sofreram com a grande intensidade da fumaça.

Portal a8se

Segundo o Corpo de bombeiros, a dificuldade em combater os focos de incêndio é maior devido a vegetação seca da área. Além da vegetação, a ferrovia tem muita madeira, o que facilita que o fogo se alastre.