Sergipe

02/12/2015 às 07h59

População reclama de frequentes assaltos e abandono na praça do Ceasa

Redação Portal A8

Pessoas que frequentam a praça Aciole Porto, conhecida como praça do Ceasa, no bairro Getúlio Vargas, estão insatisfeitas com o abandono da localidade. A população destaca que a o espaço não passa por reforma há quase 15 anos.

De acordo com morador Gilson Leite, a praça não tem iluminação adequada e a população sofre com os constantes assaltos. “É preocupante. Quase todos os dias as pessoas são assaltadas. Idosos que esperam no ponto de ônibus, até mesmo pessoas que passam por aqui são abordadas pelos marginais. Não tem uma lâmpada se quer na praça, parece mais uma área feita para a consumação de drogas”, diz.

Segundo o morador, a manutenção da praça é de responsabilidade do governo do Estado, mas um oficio passou o comando para a Associação do Ceasa. “Mas ninguém sabe se essa gerência tem mais validade. O que a gente sabe é que essa área é de responsabilidade da Cohidro. Fica esse juga de empurra, todo mundo quer tirar o corpo fora e ninguém se posiciona”, conta Gilson.

Foto: Portal A8SE
O morador ainda afirma que a praça apresenta estrutura precária. “O telhado do Ceasa a qualquer momento está para desabar. A calçada está toda remendada, toda destruída. As árvores da praça estão tomadas por cupim, a qualquer momento uma dela pode cair. Um dia desses mesmo, caiu uma que quase caiu por cima de uma senhora. Isso é um perigo. Só vão tomar providencias, quando acontecer uma tragédia com alguém”, conclui.