Sergipe

30/11/2015 às 11h54

SMTT prepara mudanças na avenida Nestor Sampaio e rua Ministro Nelson Hungria

SMTT

Com o intuito de melhorar a mobilidade urbana, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), já concluiu o planejamento da mudança de circulação na avenida Nestor Sampaio e rua Ministro Nelson Hungria, situadas no bairro Luzia. O órgão aguarda a conclusão da licitação para a aquisição de placas e todo o sistema de sinalização horizontal e vertical.

As alterações atingem três importantes núcleos habitacionais de Aracaju: conjuntos Médici, Castelo Branco e conjunto dos Motoristas. Serão aproximadamente 400 placas de sinalização espalhadas em várias ruas. O projeto também envolve a aberturas e adaptação de cinco retornos e fechamento de cruzamentos, além da instalação de semáforos.O superintendente da SMTT, Nelson Felipe, explicou que a mudança foi fruto de muitos estudos e envolve uma série de questões que precisam ser analisadas e trabalhadas cuidadosamente. “É preciso observar questões como a pavimentação das ruas, sinalização, semáforos e as linhas do transporte coletivo. O nosso intuito é melhorar a circulação e desafogar a avenida Nestor Sampaio, que nos horários de pico apresenta um grande congestionamento ”, comentou.

Nelson observa que não é apenas uma mudança de sentido na avenida Nestor Sampaio. “Seria muito simples mudar apenas a circulação da Nestor Sampaio, sem pensar no transtorno que pode ocorrer nas demais vias por dentro dos núcleos habitacionais em volta. As ruas Leopoldo Mesquita, rua Lourival Chagas, rua Ministro Nelson Hungria, rua Abgail Ferreira Araújo Ramos e as avenidas Hermes Fontes, avenida Francisco Porto e avenida Nova Saneamento, também farão parte do projeto”, avisou.

 De acordo com o superintendente, a área atingida com as mudanças é muito extensa e será preciso um esforço enorme da SMTT no que diz respeito à orientação da população. “Sabemos que as pessoas terão um grande impacto nessa região, por isso estudamos com muita cautela a implantação do sistema binário e as mudanças que não causem transtornos para os condutores de veículos e moradores”, ressaltou Nelson.

 


Fonte: SMTT