Sergipe

20/11/2015 às 16h46

Vereador de Poço Verde é preso em SP acusado de fornecer explosivos para quadrilha

SSP/SE

Na última quarta-feira (18) em uma ação policial realizada pelo Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), foi preso no município de Santo André (SP), o vereador do município de Poço Verde, Ricardo Henrique Nogueira de Oliveira, mais conhecido como Galego, suspeito de fornecer dinamites para explosões de cashs a uma quadrilha que atuava no interior do estado de Sergipe. A operação teve o apoio da Polícia Civil de São Paulo.

Através de investigações do Cope e com o auxílio da Divisão de Inteligência (Dipol), os policiais conseguiram descobrir que Ricardo Henrique se encontrava em um apartamento no bairro Jardim Santo André, na grande São Paulo.Com o mandado de prisão pelo crime de Associação Criminosa, expedido pela Comarca de Pacatuba (SE), o mesmo foi preso por agentes do Cope e da Polícia Civil de São Paulo. Na manhã da quarta, ele foi encaminhado para a delegacia de Santo André, onde ficará até que sua transferência seja autorizada pelo Poder Judiciário daquele Estado.

Quadrilha

A quadrilha a qual o suspeito pertencia já foi desarticulada. Em julho deste ano, uma operação realizada pelo Cope e Grupamento Especial Tático de Motos (Getam) da Polícia Militar culminou com a prisão de seis dos seus integrantes: Jadilson Flores de Melo, vulgo “Batata”, 25 anos; Thiago Batista Nunes, conhecido por “Thiaguinho”, 27 anos; Walisson Araujo Santos, vulgo “Avatar”, 21; Ivo Antunes Souza, vulgo “Mezenga”, 34; José Wik Ribeiro dos Santos, conhecido por “Shrek”, 22; e Bruno Duque Santos, vulgo “Bruninho”, 25.A quadrilha teria responsabilidade em explosões de cashs de agências bancárias localizadas em pelo menos cinco municípios sergipanos (Propriá, Arauá, Pacatuba, Japaratuba e Capela), segundo investigações do Cope.

 


Fonte: SSP/SE