Sergipe

16/11/2015 às 18h42

PC e PM prendem homicida foragido de Arapiraca/AL

SSP/SE

Agentes da Polícia Interestadual (Polinter), coordenados pelo delegado João Martins, em ação conjunta com o Batalhão de Polícia de Choque (BPChq), que teve à frente o capitão Augusto César, efetuaram na noite desse domingo, 15, no conjunto Piabeta, em Nossa Senhora do Socorro, a prisão do foragido da Justiça alagoana José Willames de Oliveira, 26 anos, suspeito de cometer crime de homicídio qualificado, em Arapiraca, contra José Getúlio Floriano, 18.

Após receberem denúncias, por meio do 181, relatando sobre um foragido da cidade de Arapiraca, policiais civis e militares deram início a investigações que culminaram na prisão de José Willames. O suspeito foi encontrado em sua residência e não resistiu à prisão."A integração entre as forças policiais foi fundamental para conlcuir com êxito essa ação. A Polinter investigou as denúncias e o Batalhão de Choque empreendeu diligências até capturar o foragido", relata o capitão do Batalhão de Choque, Augusto César. 

Durante a ação, Willames confessou ter matado José Getúlio, em abril de 2013, na cidade de Arapiraca, estado de Alagoas. "Após cometer o crime, em via pública, Willames se escondeu por uma semana em Arapiraca e logo em seguida veio para Sergipe, onde residia até o dia da prisão no conjunto Piabeta", explica o delegado João Martins ressaltando a importância da população através de denúncias pelo número 181.

O suspeito está em uma delegacia da capital e será encaminhado para Arapiraca.

Outra prisão

A Polinter cumpriu, nesta segunda-feira, 16, o mandado de prisão contra João Paulo de Souza Andrade, condenado por 5 anos e 10 meses de reclusão, pelo crime de furto qualificado continuado (já havia praticado o crime outra vez).

"João Paulo havia furtado duas bicicletas em maio de 2013, em um condomínio. O suspeito era irmão de uma moradora do condomínio e por isso tinha acesso ao interior do prédio. O valor total das bicicletas foi de 10.600 reais", afirma o delegado João Martins.

O suspeito já havia sido condenado nos anos de 2006, 2009 e 2010.


Fonte: SSP/SE