Sergipe

13/11/2015 às 13h27

Comerciantes de carne do mercado reclamam de câmara de refrigeração quebrada

Redação Portal A8

Portal: A8SE
Comerciantes de carne do Mercado Albano Franco estão insatisfeitos com a situação do setor. A maioria reclama que as câmeras frigoríficas estão quebradas há mais de um ano e a situação tem causado prejuízos para os comerciantes.

De acordo com a vendedora Ninha, só é possível fazer a venda da mercadoria, pois os comerciantes usam freezers particulares para armazenarem as carnes. “A gente guarda na geladeira da gente, a câmara fria está quebrada e a gente gasta a mais, paga mais de R$100 reais de energia. Além dos R$20 reais para manter a banca, a gente paga caro de energia. E quem não pode ter o freezer conta com a ajuda do vizinho”, contou.

O comerciante Willian dos Santos também reclamou do armazenamento das carnes, além de falar da questão estrutural do local. “Começaram a reforma e pararam, agora pintaram as paredes para tapear e tamparam com Madeirit para ninguém ver como tá. Tem ratos, agua suja acumulada”, reclamou o comerciante quer destacou. “Na câmara tiraram os alumínios e o motor da antiga, a empresa veio recolher e pronto, mas agora virou depósito, o que era para refrigerar, só serve de criatório de ratos”.

Outra reclamação foi em relação aos equipamentos de combate a incêndio, que está sem as mangueiras.

Nota

A Empresa Municipal de Serviços  Urbanos (Emsurb) informa que as câmaras refrigeradas estão desativadas por apresentarem problemas, mas a gerência de abastecimento está providenciando a substituição das mesmas o mais rápido possível. Quanto aos equipamentos de incêndio todos foram testados e revisados a menos de um mês pela equipe de segurança.