Sergipe

11/11/2015 às 09h13

Hospital Cirurgia suspende procedimentos cirúrgicos e deixa pacientes insatisfeitos

Redação Portal A8

O Hospital Cirurgia cancelou, temporariamente, procedimentos cirúrgicos e internamentos a partir desta quarta-feira (11). De acordo com o diretor da unidade de saúde, Gilberto Santos, a decisão foi tomada por falta de anestesiologistas, de matérias e medicamentos. A medida será mantida até que a situação seja normalizada.


“Os anestesiologistas estão sem pagamento e decidiram paralisar as atividades. Também estamos sem estrutura para trabalhar. Estamos sem materiais e sem medicamentos. Já solicitamos ao Estado e estamos aguardando a reposição”, diz o diretor.


A decisão deixou muitos pacientes que estavam com cirurgias marcadas para esta manhã revoltados. Muitas pessoas que vieram do interior do estado se mostraram insatisfeitas. Elas terão que voltar para casa sem ter o problema de saúde resolvido.


“Eu vim de Malhador e dei minha viagem perdida. Tive gasto com transporte e quando chego aqui, diz que não tem cirurgia. Há muito tempo sofro com uma Érnia e vou continuar assim porque ninguém sabe quando é que vão liberar de novo”, afirma Antônio Ferreira de 65 anos.


Há nove meses, Luciene Freitas, está com um parafuso fixado na mão. Esta já é a terceira vez que ela remarca a cirurgia, e mais uma vez, terá que adiar o procedimento. “Uma cirurgia simples, que já poderia ter resolvido. Acho que isso é falta de organização do hospital. Já cansei de remarcar a cirurgia. Se não incomodasse tanto, eu já tinha desistido”, diz a paciente.


A mãe de Maria Ednalva dos Santos está com a mãe na sala de cirurgia para recolocar uma prótese na bacia. No entanto, ela recebeu a informação de que a paciente terá que voltar para enfermaria. “Minha mãe está na sala há duas horas e ninguém diz porque a cirurgia ainda não foi feita. Se não vai fazer a cirurgia melhor dizer logo para gente tomar alguma providência. Assim é que não dá para ficar”.


Roberto da Silva é mais um que teve a cirurgia cancelada. Ele sofre com uma fratura no e terá que remarcar o procedimento para outra data. “Era para ter feito dia 14 do mês passado, aí cancelaram e remarcaram para hoje. Quando chego aqui, disseram que foi cancelada novamente. Enquanto isso, a gente vai levando a vida nesse sofrimento”.

Nota

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informa que até o momento não recebeu qualquer notificação oficial do Hospital de Cirurgia acerca da suspensão das cirurgias eletivas ou qualquer outro tipo de procedimento contratualizado pelo município de Aracaju com a unidade hospitalar.  Até o momento, o que chegou ao conhecimento da SMS foi através da imprensa. Tão logo seja comunicada oficialmente sobre os fatos, a secretaria se manifestará sobre o assunto.